Dedo do Luxa

Por fabiosaraiva

jose-carlos-araujo garotinhoQuem viu o Flamengo domingo contra o Botafogo constatou: o time está com outra cara, com uma organização tática visível. Principalmente para quem viu as últimas partidas, quando havia uma apatia geral. Claro que não houve tempo para treinar, mas o Vanderlei Luxemburgo mostrou que é um dos maiores treinadores do futebol mundial. Sabe ver futebol, tem coragem para mudar, para arriscar.

Parece que o Luxa vem mais político, com uma habilidade que ele não demonstrou nas passagens anteriores. A decisão de chegar junto à galera, voltar à Gávea nos aprontos, convocar a torcida, são algumas das medidas que tornam mais “light” a imagem dele. Chegava a mostrar uma imagem de arrogância que parecia estranha àqueles que o conhecem há tantos anos, como nós. Tomara que Canteros e Eduardo da Silva, as novas apostas, deem certo. Com o empenho e a entrega de domingo passado, não tenho dúvida que o Flamengo, agora com o dedo do Luxa, vai dar a volta por cima.

 

Foram inúmeras reclamações que recebi de torcedores do Flamengo. Todos compraram ingressos pela internet, e tiveram mil dificuldades para a troca. Na Gávea, sábado, uma só bilheteria funcionando e nada. A desculpa: faltou papel para imprimir. Domingo, pela manhã, no Maraca, a mesma coisa. Faltou papel para a impressão e mais filas. Tudo para o torcedor fugir do estádio. Ou, para quem tem outra visão, facilitar a vida e a ação dos cambistas.

 

Por falar em cambista, que fim levou a investigação da Polícia Civil, que prendeu parte da máfia da ilegalidade na venda dos ingressos para a Copa do Mundo?  Será que a Fifa conseguiu abafar o caso? Com a palavra a nossa Polícia Civil.

 

O protesto com a faixa no gramado não vai ser a solução para os jogadores do Botafogo receberem os atrasados. O Maurício Assumpção chegou a mostrar para a presidente Dilma Roussef a crise que vive. Engenhão fechado, receitas bloqueadas, a oposição só se aproveitando do momento, mas sem oferecer soluções. Está na hora de todos se unirem e viabilizarem o resgate do glorioso.

 

Binder Propaganda articula: amistoso de masters entre Flamengo e Real Madrid, logo após o encerramento do Brasileiro. Zico à frente, e do outro lado Zidane. Projeto prevê um jogo por ano. Bola dentro dos botafoguenses Gláucio e Yuri Binder.

 

Vou a São Januário hoje na certeza de que o Vasco passa pela Ponte Preta e chega à quarta fase da Copa do Brasil. Joga pelo empate e deve levar um grande público. Adversários, mesmo, são o horário e o frio da noite carioca.

José Carlos Araújo escreve às quartas-feiras no Metro Jornal do Rio de Janeiro. É também comunicador das rádios Bradesco Esportes e Bandnews FM e apresentador do “ Donos da Bola”, na tela da Band.

Loading...
Revisa el siguiente artículo