Fla no preju

Por fabiosaraiva

jose-carlos-araujo garotinhoNão é segredo para ninguém que o Maracanã depende do Flamengo para sobreviver. E a recíproca deveria ser verdadeira. Mas, nos dias atuais, o rubro-negro não tem levado vantagem financeira, pelo que tem arrecadado no nosso charmoso estádio. Quem me informa é o presidente Eduardo Bandeira de Melo, que esteve segunda-feira no “Donos da Bola”. O dirigente chegou a bater que, neste campeonato, só não levou prejuízo total devido às arrecadações dos jogos da Libertadores. “Deu para empatar”, garante.

No contrato firmado pelo Flamengo com o Consórcio Maracanã, o clube pode realizar até seis jogos fora do estádio e, se quiser, fora do Estado. Acredito que vai ser a saída para alguns jogos do Brasileiro, quando pintarem propostas de outras praças. Num ano eleitoral, vai rolar. Pode crer!

Bandeira de Melo me explicou, também, que a grande vantagem do sócio-torcedor é poder comprar ingressos com desconto. O preço médio tem sido de R$ 25, atrás do gol. Aí está a explicação para os preços majorados nos jogos da Libertadores. É uma forma de aumentar o quadro de sócio-torcedor. O Flamengo já é o terceiro no Brasil, atrás de Grêmio e Internacional.

Um conselheiro do Vasco me liga e explica: Não foi falha do fogueteiro, domingo, ao soltar os fogos antes de o time entrar em campo. Era uma homenagem póstuma ao Bellini. Fiquei sem entender.

Acho difícil ter casa cheia, logo mais, no Maraca. Como se trata de primeiro jogo da semifinal, não há motivação para chamar a galera. E ainda por cima, o horário das 22h… Para amanhã, Vasco x Flu deve levar mais torcida. No jogo de hoje, apesar de o mando de campo ser da Cabofriense, o clube permitiu que o Flamengo fixasse os preços e fizesse a promoção costumeira.

Dos grandes, o Botafogo é o único que se posiciona do lado do presidente da Federação, Rubens Lopes. E foi, também, o único a abandonar o campeonato, abrindo mão de tentar ser bicampeão. Você sabe explicar?

José Carlos Araújo escreve às quartas-feiras no Metro Jornal do Rio de Janeiro. É também comunicador das rádios Bradesco Esportes e Bandnews FM e apresentador do “ Donos da Bola”, na tela da Band.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo