Tudo decidido

Por fabiosaraiva

junior-brasil belo horizonteUm abraço! Em clima de Libertadores, começaram as semifinais do Campeonato Mineiro e deu a lógica, os grandes venceram. O Atlético sobrou contra um América muito perdido. Uma vitória esmagadora. E esse confronto era tido, por todos, como o mais equilibrado. Guilherme jogou muito, Jô mostrou por que é de Seleção e Berola sofreu até pênalti. Já em Varginha, era esperado um jogo mais fácil para o Cruzeiro e isso não aconteceu. Apesar da superioridade azul, o gol custou a sair. O Cruzeiro teve 21 chances e o Boa apenas três. Willian correu demais, Samudio entrou na briga pela lateral e Júlio Baptista mostrou que sabe fazer gols.

O Atlético venceu, convenceu e foi superior ao América. Teve tranquilidade para mostrar um bom futebol e alternativas táticas. Desta vez, o atleticano não tem do que reclamar. Do lado oposto, o torcedor do Coelho pode se preocupar, pois a equipe não mostrou pegada ao encarar um time grande. Tudo indicava que os comandados de Moacir Junior estavam em ascensão. Um engano. Para a Série B é preciso de muito mais. Com o resultado, apesar do respeito que o América merece, digo: o Atlético está na final do Mineiro. Entendo que o futebol costuma pregar peças, mas é pouco provável que o América vença o Atlético, no segundo jogo, por uma diferença de mais de três gols. Resta ao América se preparar e contratar melhor para a Série B.

Em Varginha, o destaque do confronto entre Boa e Cruzeiro foi o goleiro Leandro, que evitou uma goleada do time de Marcelo Oliveira. O Cruzeiro encontrou um adversário que marca muito, quis chegar inteiro no segundo jogo e conseguiu. Foi o jogo do ataque contra a defesa. Marcelo Moreno entrou bem e com uma disposição incrível. Disposição essa que o grupo precisa mostrar na Libertadores. O time, aos poucos, vai se reencontrando depois do empate na Libertadores. Mesmo vencendo por apenas um a zero, o Cruzeiro faz a final contra o Atlético. Quanto ao Boa, valeu pela campanha e por ter sido o campeão do interior.

Um último pitaco sobre a Copa do Mundo e a FIFA. A entidade soltou uma cartilha sobre as mazelas de nosso país. Infelizmente generalizou e disse muita bobagem. Errou a FIFA, principalmente por não ter se incluído na cartilha e assumido que já teve problemas de denúncias de corrupção. É duro dona FIFA!

Junior Brasil é comentarista esportivo da rádio Itatiaia e da TV Band Minas, professor universitário, mestre em administração e cobriu a Copa do Mundo da África. Escreve no Metro Jornal de Belo Horizonte

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo