Amigos do governo controlam as termelétricas

Por george.ferreira

claudio-humbertoA compra de mais de R$ 1 bilhão por mês de energia de termelétricas, movidas a combustível poluente importado, faz a festa das empresas proprietárias e coincide com o boicote da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do governo à energia limpa, inclusive hidrelétrica. Dois dos grandes donos de termelétricas são um grupo ligado à família Sarney e Eike Batista, cuja falência os amigos do PT tentam evitar.
Gavetas suspeitas

A Aneel mantém na gaveta, alguns há 8 anos, 640 projetos para novas Pequenas Centrais Hidrelétricas. E nem se dá ao trabalho de explicar.

A conta é nossa

O governo e a Aneel drenaram R$ 32 bilhões para as termelétricas amigas, desde 2012. Mas tudo é repassado às contas de luz.
Dilma esnobou palácio.

A recente viagem a Santiago (Chile) reforçou o apego de Dilma por hotéis de luxo, esnobando o magnífico Palacio Errázuriz, residência oficial do embaixador brasileiro. Tem 12 salões e dez quartos, além de um sugestivo jardim conhecido como “Alameda das Delícias”.

Recato na pizza

Cezar Peluso e Carlos Ayres Britto, ministros aposentados do Supremo Tribunal Federal, fazem ruidoso silêncio sobre a engenhosa operação que anulou seus votos e alterou as sentenças, no caso do mensalão.

Chesf é do PP

Está definido um espaço precioso para o Partido Progressista, no governo Dilma: a presidência da Chesf, Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. O PP procura o seu substituto.

Julgamento

O Conselho Nacional da OAB deverá julgar nesta segunda (17) pedido do advogado tucano Paulo Fernando Melo da Costa para cassar a carteira da ordem de José Dirceu, preso condenado pelo mensalão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo