A guerra das marcas

Por fabiosaraiva

lizemara-pratesSempre admirei a criatividade dos publicitários. Desde o tempo da Faculdade de Comunicação, onde o espaço é dividido entre estudantes de jornalismo, publicidade e relações públicas, eles eram os mais “descolados” e “criativos”. Lembro de propagandas históricas, que marcaram época na mídia brasileira, de slogans e jingles que ficaram gravados na minha mente. O objetivo da propaganda é vender o produto. O apelo utilizado fica por conta do criador da peça.

Pois agora, a guerra das marcas chegou forte ao mercado de carnes. Em 2013, muito se falou do comercial estrelado pelo ator Tony Ramos para a marca de carne bovina Friboi. Entidades do agronegócio nacional se levantaram na defesa da carne brasileira e não exclusivamente desta marca. Agora, o cantor Roberto Carlos está invadindo nossas casas sentado à mesa de um restaurante pedindo carne que é oferecida pelo garçom com o selo Friboi. Ele que foi vegetariano por 30 anos. Uma sacada e tanto dos marqueteiros. Eles incluíram também a apresentadora Fátima Bernardes, que está estreando no mercado publicitário para a marca de frango Seara.

O investimento milionário na contratação das estrelas é compensado, segundo os empresários, com o aumento do consumo. Falando em frango, a campanha da Sadia afirmando que a marca não contém hormônios e conservantes, motivou uma nota da União Brasileira de Avicultura. O comunicado esclarece que toda a carne de frango produzida no Brasil, com selo do Serviço de Inspeção Federal, não usa hormônios ou conservantes. A adição de hormônios na criação de frangos é proibida pelo Ministério da Agricultura desde 2004 e de conservantes, desde 2006.

A convivência de mais de duas décadas no jornalismo rural me permite dizer que nossas carnes bovina, suína e de frango estão entre as melhores do mundo, respeitando os critérios sanitários dos mercados mais exigentes. Temos mostrado isso intensivamente em eventos internacionais e a aprovação dos consumidores é total. Por isso, a cada ano, aumentam nossas exportações. Mas, crescem também as “barreiras” impostas pelos concorrentes mundo afora.

Nossa competência, no entanto, só ganha adeptos a cada nova apresentação.

Nesta semana, estamos participando da Gulfood 2014, em Dubai, a maior feira de alimentos no Oriente Médio. Lá, estamos servindo frango e carne bovina. A degustação atrai milhares de visitantes e compradores que se encantam pelo nosso sabor. E essa preferência é pelo produto Made in Brazil, independente da marca.

Lizemara Prates é jornalista do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Apresenta o AgroBand, na TV Band, e tem comentários diários sobre agronegócio na Rádio Bandeirantes e na BandNews FM. Escreve no Metro Jornal de Porto Alegre

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo