Embaixada ajuda cubanos a fugir para os EUA

Por Tercio Braga

arte-claudio-humberto300A Embaixada dos Estados Unidos concedeu vistos a quatro cubanos que abandonaram o programa Mais Médicos. Presidente da ONG Solidariedade Sem Fronteiras, Julio Cesar Alfonso informou que os profissionais, que já estão em Miami, receberam orientações da própria embaixada americana, que auxilia, desde 2006, cubanos que deixaram a ilha a obter vistos especiais para trabalhar nos Estados Unidos.

Fuga

Segundo Julio Alfonso, dois médicos cubanos fugiram para Miami no ano passado e os outros dois chegaram já este ano.

Baixa

A Polícia Federal, que carimbou passaportes dos cubanos ao saírem do Brasil, não responde a questionamentos sobre o assunto.

Engordando

A verba destinada pelo governo federal ao programa Mais Médicos saltou de R$ 540 milhões em 2013 para R$ 1,9 bilhão, este ano.

Fui!

O Ministério da Saúde desconhece o paradeiro dos médicos cubanos de Rio do Antônio (BA), Belém de São Francisco (PE) e Timbira (MA).

Hidrelétrica pode interromper geração
de energia

Se não chover substancialmente até a próxima semana, a hidrelétrica de Marimbondo, na divisa entre Minas e São Paulo, pode deixar de produzir energia: seu reservatório declina aceleradamente. No início do mês estava em 23%, na sexta (7) caiu para 19% e depois para 14%, segundo dados do Operador Nacional de Energia Elétrica. Na usina de Três Marias, no rio São Francisco, a coisa está também preocupante.

Lorota oficial

Apesar da situação preocupante, o governo federal insiste na lorota de que seria “zero” o risco de apagão.

Ave Marias

O reservatório de Três Marias estava com 28,9% da capacidade no final de janeiro. Agora, está abaixo de 25%.

Brasiliense

Já aposentado, com marcante presidência no Superior Tribunal de Justiça, Cesar Asfor Rocha recebe, dia 18, título de cidadão de Brasília.

Amor de pessoa

Caio Silva, assassino confesso do cinegrafista Santiago Andrade, disse não saber que estava acendendo um rojão, pensava ser um “cabeção de nego”, que apenas seria capaz de decepar dedos de uma mão.

Risco institucional

Cartaz com a frase “Abaixo a Constituição e o Judiciário assassino”, exibido ontem em Brasília por um manifestante do MST, mostra que é gente dessa laia que tem usado a democracia para atentar contra ela.

Culpa de Renan

Senadores estão há um mês sem receber reembolso de despesas dos escritórios regionais (aluguel, água, luz, telefone e combustível), além de passagens aéreas. O setor responsável culpa seu presidente, Renan Calheiros, que demitiu cerca de 20 funcionários contratados.

Quem quer?

Mauro Borges, presidente da Associação de Desenvolvimento Industrial (ABDI), assume interinamente o lugar do ministro Fernando Pimentel, já recusado por Josué Gomes, filho de José Alencar, e Abílio Diniz.

Novo aeroporto

A reforma e ampliação do aeroporto de Brasília será inaugurada parcialmente em maio, e, segundo o ministro Moreira Franco (Aviação Civil) vai dobrar sua capacidade. As obras parecem mesmo adiantadas.

Parou tudo

Presos no congestionamento provocado pela manifestação dos sem-terra, brasilienses questionavam a necessidade do canteiro central da Esplanada, nunca usado em protestos que fecham as avenidas com o propósito de provocar o caos na cidade. Com ajuda da polícia.

Alfafa

O PT vai precisar aumentar o pasto para dar conta de tanta vaquinha. Agora pede “doações” para João Paulo Cunha e Zé Dirceu, que, juntos, devem R$ 1,3 milhão. A origem das “doações” deve ser investigada.

País das Maravilhas

A volta da presidenta Dilma a Brasília foi formalidade só. Acompanhada de ministros e dos senadores Pedro Taques (PDT), Blairo Maggi (PR) e Kátia Abreu (PMDB-TO), discutiu crise internacional. E nada de política.

É fada

Primeiro castigo para a nova musa dos black bloc no Rio, conhecida como “Cininho”: ajoelhar no milho e escrever mil vezes “Sininho”.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo