Pecados

Por george.ferreira

Acabou o Mundial e, para o Atlético, foi ruim. Lembro que a competição é algo diferente do ano atleticano. São situações distintas. O Atlético é o campeão da Libertadores e voltou a pensar e a ser grande. Isto é fato. Contudo, a derrapada é algo que traz lições para diretoria, jogadores e todos os envolvidos. Não se resume a um único fato, e sim a um pacote de pecados. Enquanto isso, o Cruzeiro se mobiliza de forma objetiva, para se tornar ainda mais forte do que o time campeão Brasileiro. E ao que parece, vai conseguir.

O Cruzeiro buscou reforços importantes e pontuais para as posições que o clube precisava ou para oferecer mais alternativas ao técnico Marcelo Oliveira. Marlone é uma realidade, não o vejo mais como promessa. E, quando Éverton Ribeiro sair, ele poderá ocupar o lugar. O paraguaio Samudio chega com moral para ser titular. Egídio, mesmo com números favoráveis, nunca foi unanimidade, e a experiência do gringo vai ser muito útil na Libertadores. O volante Rodrigo, que veio do Boa, substitui Leandro Guerreiro. Com isso, o clube diminuiu a despesa e passou a ter um jogador mais novo. Fechando essa leva, Marcelo Moreno é mais um para brigar pela artilharia. Anselmo Ramon sai, e quem chega tem identificação com a torcida – ponto para ele. Mas Moreno precisa aproveitar a chance, pois não foi bem no Grêmio nem no Flamengo.

Voltando ao Atlético, a manifestação da saída do técnico Cuca foi um grande erro. Não sabemos quando ele acertou a rescisão, se foi agora ou se Paulo Autuori já estava acertado antes do Mundial. Confuso! A consequência visível foi o ato de indisciplina de Marcos Rocha. O grupo se preparou para enfrentar o Monterrey e o Bayern, mas esqueceu o Raja. O time mudou a forma de jogar e pagou um alto preço por isso. Não foi o mesmo Atlético que terminou o Brasileiro. E ficam perguntas sem respostas. Como um time com jogadores experientes fica tão nervoso e perde o foco de maneira tão infantil? Afinal, o grupo tem jogadores de Seleção, como Réver, Tardelli, Marcos Rocha, Jô e R10. O que aconteceu com eles? E com o futebol do Fernandinho? Onde foi parar a marcação? E as inversões? Agora é bola para a frente.

Desejo um feliz natal com muita saúde, paz e felicidades!

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo