Atraso proposital pode afastar Dilma do desfile

Por Carolina Santos

claudio-humbertoA segurança da Palácio do Planalto montou um “plano de emergência” para criar um pretexto que afaste a presidenta Dilma do desfile de 7 de Setembro, em Brasília. O plano será deflagrado caso se confirmem os temores de conflitos entre policiais e multidões, na Esplanada dos Ministérios. Nesse caso, será atrasado de propósito o voo do Airbus da FAB que a trará de volta da reunião do G-20, em São Petesburgo.

Antecipação. Informada do “plano de emergência”, Dilma detestou. Até decidiu antecipar o retorno da Rússia. Mas a palavra final será da segurança.

Colaboração. A Policia Federal, que há anos tenta substituir o Exército na segurança de presidentes, criou seu próprio esquema de proteção a Dilma.

Rotas de fuga. A PF prevê três “rotas de fuga” para retirar Dilma do palanque oficial em segurança, caso o conflito ocorra após a eventual chegada dela.

Asilado obediente. O Planalto operou para impedir o senador boliviano Roger Pinto Molina de ir à Comissão de Segurança Pública da Câmara. Ele foi interceptado por telefone quando já estava a caminho. E aquiesceu imediatamente.

Continuará mandando. Dono do PR, o mensaleiro Valdemar Costa Neto quer usar manhãs e tardes fora da cadeia para atuar nos bastidores. O senador Antônio Rodrigues (SP) assumirá oficialmente a secretaria-geral do partido.

La belle vie. A ministra Marta Suplicy (Cultura) começa hoje viagem de 11 dias à China para tratativas do mês do Brasil e “visitas técnicas” a museus, exposições e centros culturais de Paris, que é sua segunda casa.

Pensando bem… …“Putim”, esse diplomata russo que colocou Dilma e Obama lado a lado na abertura da reunião de cúpula do G-20, em São Petersburgo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo