'Não nos silenciemos', diz Marina Ruy Barbosa após cena de violência

Por Estadão Conteúdo

A atriz Marina Ruy Barbosa usou suas redes sociais para falar sobre a violência contra a mulher, tendo como base sua participação na novela "Deus Salve o Rei".

Em cena que foi ao ar na última terça-feira, 1º, sua personagem, Amália, sofreu uma agressão de Virgílio (Ricardo Pereira). Marina aproveitou para falar sobre a importância de tratar temas como este em produções artísticas.

"Sou atriz. O meu ofício é fazer arte. E a arte entretem, claro, mas também alerta, desperta no outro um olhar diferente sobre determinada situação. Sejamos fortes. A luta deve continuar hoje e sempre!", disse.

Em seguida, concluiu: "Por todas as Amálias, Amélias, Marias da Penha… Por todas as mulheres vítimas de abusos físicos e psicológicos. Para que o silêncio vire grito e o medo vire coragem. Não é não! Não nos silenciemos."

Para um ator, ter a chance de realizar uma cena dessas é uma oportunidade única. Mas essa cena vai além. Toca num assunto tão atual (apesar de de ser uma novela de época) infelizmente tão presente na vida de nós mulheres. Ela nos faz lembrar a razão pela qual lutamos pelos nossos direitos, pela liberdade, pelo respeito. Sou atriz. O meu ofício é fazer arte. E a arte entretem, claro, mas também alerta, desperta no outro um olhar diferente sobre determinada situação. Sejamos fortes. A luta deve continuar hoje e sempre! Por todas as Amalias, Amelias, Marias da Penha… Por todas as mulheres, vítimas… de abusos físicos ou psicológicos. Para que o silêncio vire GRITO e o medo vire CORAGEM! Não é não! Não nos silenciemos!

A post shared by Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) on

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo