Charlize Theron pensa em deixar os EUA por conta dos filhos negros: 'o racismo está vivo'

Por Metro Jornal

Charlize Theron foi criada na era do apartheid na África do Sul e está espantada com os rumos dos Estados Unidos após o primeiro ano do governo Donald Trump.

Mãe de duas crianças negras, Jackson, 6, e August, 2, ela tem pensado até em deixar o país onde está baseada desde o início da sua carreira. Em entrevista para a revista Elle, ela falou sobre o temor da desigualdade. "Eu nem sei como falar sobre o último ano da nossa administração. Mas o racismo está bem mais vivo do que as pessoas sabem", afirma.

"Eu não viajaria para algumas partes dos Estados Unidos com meus filhos (…) Algumas vezes eu olho para eles e penso que se isso continuar, eu posso ter que deixar (o país). Porque a última vez que eu quero para os meus filhos é se sentirem inseguros", conta.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo