Em entrevista, Jojo Todynho fala sobre troca de imagens íntimas

Por Band.com.br
Reprodução/Instagram
Em entrevista, Jojo Todynho fala sobre troca de imagens íntimas

Jojo Todynho e Márcio Victor bateram um papo animado durante a passagem do Psirico pelo camarote Planeta Band, em Salvador. A cantora aproveitou para entregar o teor das conversar com o amigo nos aplicativos de mensagens.

Leia mais:
Em apenas um mês, cachê de Jojo Todynho aumenta seis vezes
Você vai se surpreender com a idade de Jojo Todynho, dona do hit ‘Que tiro foi esse’

“Toda vez que eu ligo para o Psirico em chamada de vídeo ou ele tá fazendo feijão ou fica trocando nudes comigo. Eu deitada, ele lá no trono dele”, revelou aos risos.

“A gente é feijão da mesma concha, sou filha de baiana. Tenho que vir para Salvador com calma para conhecer a minha família por parte de mãe. Já cheguei em Salvador atacada”, completou ao ensaiar os papo da música Popa da Bunda.

A cantora completa 21 anos neste domingo, dia 11, e ganhou bolo de Betinho e Ligia Mendes. Ela não conseguiu segurar a emoção e caiu no choro.

“Só quem convive comigo sabe tudo que eu passei, né?. A cada dia eu agradeço a Deus pela pessoa que eu tenho me tornado, pelos fãs que estão sempre comigo, minha família. É muito gratificante apostar em um projeto, junto com uma equipe, e ver a música explodir. Não estou com tempo nem para fazer aula de canto”, declarou com lágrimas nos olhos.

Jojo ainda aproveitou para explicar como surgiu a ideia do hit Que Tiro Foi Esse?. “Eu vim para quebrar todos os tabus. Só tenho uma coisa para dizer: Ou engole ou fica passando mal. O meu vídeo é sobre as mulheres, que elas precisam se amar cada vez mais, tem que botar o seu biquíni P, porque se não for P, eu nem quero (risos). Eu luto pelo respeito ao próximo e pelo respeito à diversidade, o movimento LGBT me abraçou com todo carinho, aí falei que tinha que fazer uma música para as minhas ‘gayrotas’”, argumentou.

"Chegou o nosso momento. Minhas gordinhas maravilhosas: se amem. Mulheres, se unem. Porque os homens são unidos até na sacanagem. Vamos parar com essa desunião, vamos parar com essa palhaçada de rivalidade. Esse negócio que não pode ter celulite, não pode ter estria. Vocês são muito mais do que isso. Nós somos amor. O nosso Brasil precisa de paz, de respeito, mas antes de qualquer coisa esse respeito tem que começar dentro da gente. Amai ao próximo como a ti mesmo. O mundo é nosso", completou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo