'É um relacionamento que exige uma maturidade que a gente não teve', diz Bruna sobre Neymar

Por Metro Jornal
Reprodução / Instagram
'É um relacionamento que exige uma maturidade que a gente não teve', diz Bruna sobre Neymar

Neymar foi o principal assunto da segunda parte da entrevista que Bruna Marquezine concedeu a Giovanna Ewbank em seu canal do YouTube.

Leia mais:
Bruna Marquezine erra na explicação de escanteio, mas vence Giovanna Ewbank em quiz sobre futebol
Um mês de Brumar: 11 momentos fofos do retorno de Neymar e Bruna Marquezine

A atriz falou sobre as idas e vindas do casal, um dos mais queridos e 'acompanhados' do Brasil e que voltou a ficar junto recentemente. Para começar, ela afirmou que falta de amor nunca foi problema no relacionamento dos dois. "Toda vez que eu sinto amor por alguém, ou por alguma coisa, eu me sinto próxima a Ele (Deus). É uma sensação de paz, de preenchimento inexplicável, diferente de qualquer outra coisa. E eu sinto isso com ele (Neymar). A gente sempre sentiu isso, a gente sempre se amou muito", afirmou Bruna, que atualmente interpreta a vilã Catarina em "Deus Salve o Rei".

"Mas a gente sabe também que relacionamentos não dependem só de amor. Nunca faltou amor. E acho que isso que fez com que a gente sempre voltasse um para a vida do outro", contou.

Apesar de tudo, ela conta que a combinação de distância, imaturidade e exposição sempre foram pontos negativos no namoro.  "Sempre foi um relacionamento à distância, o que já é difícil. Duas pessoas que têm suas vidas expostas, duas pessoas com trabalhos e carreiras que são complicados. E jovens também para ter que lidar com tudo isso, é um relacionamento que exige uma maturidade que a gente não teve em alguns momentos", afirmou.

Segundo ela, os desencontros ajudaram a construir o que eles são hoje. "Por incrível que pareça, o momento em que a gente mais se fortaleceu como parceiros de vida foi separados. Foi ali que a gente construiu a nossa parceria, nossa amizade. Foi o momento em que a gente se cuidou, que a gente olhou para o outro como ser humano. Foi ali que a gente começou a se cuidar de verdade, porque sempre existiu muito amor, muito. Eu falo para ele que eu o amo como uma pessoa da minha família, contou Bruna.

Loading...
Revisa el siguiente artículo