David Copperfield nega acusações de abuso sexual

Por www.band.com.br
David Copperfield nega acusações de abuso sexual

O famoso ilusionista norte-americano David Copperfield está sendo acusado de dopar e abusar sexualmente da modelo Brittney Lewis quando ela tinha apenas 17 anos de idade, em 1988.

Segundo o site "The Wrap", Brittney afirmou que conheceu o mágico em Atami, no Japão, durante o concurso de beleza "Look of The Year", em que ele participava como um dos jurados.

Na época, Copperfield tinha 32 anos de idade e ao retornar para os Estados Unidos convidou a modelo para assistir um show seu na Califórnia. Após a apresentação, os dois foram a um bar e o mágico teria colocado um pó em sua bebida.

Como Brittney era menor de idade, foi preciso a autorização de sua avó, Patricia Burton, para que ela fizesse a viagem. A familiar contou ao site que Copperfield garantiu que cuidaria da garota e que eles dormiriam em quartos separados.

A modelo afirmou que depois que o pó foi colocado em sua bebida, ela acordou no quarto do mágico. "Lembro das minhas roupas serem tiradas. Ele estava beijando meu rosto e depois começou a descer. No dia seguinte, ele queria que eu soubesse que nada aconteceu. Ele disse: "Eu não penetrei em você. Não tinha nenhum fluido, mas ele pode ter usado uma camisinha".

Copperfield já foi acusado de assédio por outra modelo. Lacey Carroll acusou o mágico em 2007, mas o caso, que foi investigado pelo FBI, foi encerrado sem explicação oficial.

Na última quarta-feira, dia 24, David negou as acusações em um comunicado publicado em seu Instagram."Todos nós queremos que as pessoas vítimas de assédio sexual sejam ouvidas e estejam confortáveis para falar sobre o que passaram. É importante. Mas imagine o que é acreditar no movimento e ser falsamente acusado? E ter a sua vida e a de sua família virada de cabeça para baixo? Três anos atrás, centenas de histórias foram contadas e investigadas pelo FBI, que descobriu que a acusadora fazia declarações falsas. A acusadora está presa. Eu vivi por anos com notícias falsas fabricadas sobre mim, com algumas pessoas pessoas sendo presas e eu inocente (…). Sempre ouçam e considerem tudo com cuidado mas, por favor, não se precipitem com julgamentos".

Loading...
Revisa el siguiente artículo