Jout Jout fala sobre assédio: 'as mulheres podem se apoiar'

Por Band.com.br
Reprodução/YouTube
Jout Jout fala sobre assédio: 'as mulheres podem se apoiar'

Com mais de um milhão de inscritos em seu canal, Jout Jout é um dos fenômenos atuais do Youtube e chama atenção por trazer debates importantes para seus seguidores.

Abordando principalmente temas relacionados ao feminismo, ela quebra diversos tabus, desde o coletor menstrual até falar sobre diversas curiosidades do corpo humano ao lado do médico Drauzio Varella.

Leia mais:
Youtuber ‘cimenta’ cabeça em micro-ondas e é salvo por bombeiros
YouTuber é condenado por ensinar como ter acesso grátis a canais por assinatura

Em conversa com o Portal da Band, Jout Jout revelou gostar de fazer parte da vida de seus fãs. "Eu fico muito feliz porque eu influencio do jeito que eu acho mais legal e que seja bom para as pessoas".

No entanto, a youtuber garantiu que não fala o que quer, sem medir as consequências ou pensar na repercussão. "É complicado, né? Tem gente que realmente escuta o que eu falo, então tenho uma super preocupação. Mas é ótimo, é você falar 'ai tem essa coisa aqui que eu acho e posso fazer outras pessoas pensarem sobre isso"", explicou.

E ela realmente tem o dom de colocar os seguires para refletir. Atualmente uma onda de denúncia de assédios têm vindo à tona com casos mundiais, mas Jout Jout já abordava o tema em seu canal há alguns anos.

Sobre o cuidado que tomou para falar sobre isso, a youtuber declarou: "É complicado porque cada caso é um caso. Eu não posso falar 'denuncia, largue tudo, faça o que é certo' ou qualquer coisa assim porque às vezes a mulher tem cinco filhos para criar e não pode simplesmente denunciar um cara que vai demitir ela no dia seguinte".

Mas, ela não deixou as seguidoras na mão e deixou uma dica. "Eu acho que uma coisa que ajuda muito as mulheres nesse momento é criar redes de suporte, de apoio umas com as outras. Se você não pode falar sobre isso publicamente, que fale com alguém que vá te abraçar de alguma forma", concluiu.

Loading...
Revisa el siguiente artículo