Caso Harvey Weinstein: a emocionante declaração de Mira Sorvino nas redes sociais

Por Metro Internacional

O roteirista, cineasta e produtor de filmes neozelandês Peter Jackson revelou em uma entrevista para o "Stuff" que, em 1998, o produtor Harvey Weinstein o pressionou para não contratar Ashley Judd e Mira Sorvino para atuar em “O Senhor dos Anéis”.

Ashley e Mira estão na lista que incluem dezenas de atrizes que acusaram Weinstein de abusos sexuais. Peter Jackson apresentou ambas as profissionais como opções para atuar em seu novo projeto, contudo, a produtora Miramax, de Harvey e Bob Weinstein recusou a proposta.

“Lembro que a Miramax nos disse que era um pesadelo trabalhar com elas e que devíamos evitá-las a todo custo. (…) Agora suspeito que nos deram informações falsas sobre essas duas talentosas mulheres e, como resultado direto, seus nomes foram eliminados da nossa lista de casting”, relatou Jackson em entrevista.

Enquanto Ashley disse que se lembra disso muito bem, Mira desabafou nas redes sociais:

“Aqui está a confirmação de que Harvey Weinstein arruinou a minha carreira, algo que eu suspeitava, mas não tinha certeza. Obrigada Peter Jackson por ser honesto. Tenho o coração despedaçado”, tuitou Mira, ganhadora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em “Poderosa Afrodite”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo