Melanie Martinez é acusada de estupro pela melhor amiga; leia relato

Por Metro Jornal
Melanie e Timothy - Reprodução
Melanie Martinez é acusada de estupro pela melhor amiga; leia relato

Timothy Heller, 22 anos, uma aspirante a cantora norte-americana, chocou os fãs de Melanie Martinez ao contar que a artista a teria estuprado há alguns anos.

Melanie, que surgiu no "The Voice" norte-americano, era melhor amiga de Timothy e elas viviam juntas. Segundo Timothy, a amizade era abusiva e ela se sentia em dívida com Melanie, que a convenceu a fumar maconha na noite em que o estupro ocorreu.

Melanie teria começado a tocar a amiga no braço em uma noite em que dormiram na mesma cama e foi aumentando os toques gradativamente, até usar um brinquedo sexual em Timothy.

No post, Timothy afirmou que, a princípio, não iria contar a identidade de sua abusadora, mas resolveu dizer de quem se tratava porque "era importante que as pessoas soubessem".

 

Melanie negou tudo e afirmou que tudo o que fez ao lado da amiga foi consensual. "Ela nunca disse não para o que nós escolhemos fazer juntas”, afirmou a cantora.

 

Leia o desabafo na íntegra:

"Mantive isso em segredo por muitos anos, me convencendo de que não era importante e que eu não estava machucada. Pensar em aceitar que minha melhor amiga me estuprou me parece loucura. Até escrever isso não parece verdade para mim. Eu comecei a contar essa história a pessoas próximas meio que como piada 'haha, você acredita nessa noite maluca?'. Mas eu comecei a receber reações que eu não estava esperando. Algumas preocupadas. É difícil dizer que alguém que você amou te estuprou. Alguém que você ainda ama. Pensar em escrever isso e deixar que o mundo veja me aterroriza. Especialmente por causa de quem é essa pessoa. Ela era a minha melhor amiga.

Ela me aceitou e eu me senti agradecida. Senti que devia a ela a minha vida. E minha vida começou a girar ao redor dela. Eu tinha meus próprios problemas, mas eu focava na vida dela, eu conseguia segurar minhas turbulências um pouco mais. Alguns dos amigos dela viraram meus amigos, mas a lealdade deles nunca se distanciou dela. Eles são dedicados. Ela é perfeita. Para o público, ela não erra. Ela está ali para seus fãs. Ela entende, ela é diferente.

Timothy Heller Timothy Heller / Reprodução

Depois que encontrei um amigo que realmente me ajudou, posso honestamente dizer que ela me decepcionou. Durante o período mais difícil da minha vida, meu fundo do poço. O poder dela e controle sobre mim cresceu. Eu fui silenciada. Enquanto eu comecei a me abrir sobre perceber o quanto de ajuda precisava, eu comecei a me sentir culpada. Eu tinha que pedir desculpas pelos ataques de pânico quando eu achava que iria morrer. Porque tinham arruinado a noite (dela). Eu me tornei mais um problema. Apesar de tudo eu a amava. A codependência trabalha de maneira estranha. No meu relacionamento com esta amiga, eu estava dependente de ajudá-la com a vida dela. Assim que eu precisasse de um pouco mais de foco e apoio da minha melhor amiga, não havia nada entre nós. Nossa amizade era sobre ela.

O poder que ela tinha sobre mim cresceu até chegar ao ponto que era difícil dizer não a ela. Eu faria qualquer coisa por ela. Uma noite quando dormimos no mesmo quarto, ela insistiu em saber sobre minhas preferências sexuais. Como alguém que já foi abusada antes, falar sobre sexo é algo difícil. Eu estava obviamente desconfortável, mas ela era a minha melhor amiga então tentei me abrir. A conversa nunca parecia ter fim. Ela começou a me perguntar, na cama, se eu faria sexo com ela. Desconfortável com a oferta, eu tentei rir. Eu tinha um namorado na época e ela sabia. ‘Ele não precisa saber, não é nada demais!’. Isso aconteceu por horas. Me perguntando POR QUE eu não queria e que seria divertido. Eu repetidamente disse não. Estava exausta. Eu tentei dormir, mas ela continuou a noite inteira me implorando para dormir com ela. Parecia estranho, mas ela era a minha melhor amiga. Eu disse não e eu pensei que podíamos superar isso.

Na noite seguinte infelizmente aconteceu de novo. Mesmo com minha resposta na primeira noite, ela não desistiu. Eu estava exausta. Ela me convenceu a fumar maconha e como eu tinha dificuldade em dizer não a ela, eu aceitei pensando que talvez a gente dormisse e evitasse toda aquela situação. A mesma conversa começou. Ela continuou tentando me convencer que estava tudo bem, que seria legal e que eu me sentiria bem. Eu dizia que meu namorado iria se chatear! Eu realmente precisava dormir! Tinha que trabalhar pela manhã. Eu disse ‘não’ de todas as formas que eu consegui lembrar.

Quando deitei para dormir ela começou a tocar meu braço. Eu permiti que isso acontecesse. Talvez ela desistisse. Isso persistiu por talvez uma hora. Eu comecei a ficar cada vez mais desconfortável. Eu comecei a rir dizendo que fazia cócegas. De forma alguma eu achei que isso dava abertura para sexo. ‘Posso apenas fazer isso? Tocar seu braço? Posso apenas tocar seus seios?’. Ela começou essa barganha comigo. Tudo o que eu queria era ir dormir. Ela começou a falar sobre a aparência dos meus seios e suplicou para APENAS tocá-los. Nós não precisávamos fazer mais nada. Eu estava tão exausta e confusa e chapada que eu permiti que isso acontecesse. Isso bastou para que ela tocasse o resto do meu corpo. Eu nunca disse sim, eu disse não repetidamente. Mas ela usou seu poder sobre mim. Então não há confusão. Eu fui molestada pela minha melhor amiga.  Eu odeio falar abertamente sobre isso porque me sinto muito desconfortável, mas ela fez sexo oral em mim e depois eu fui penetrada com um brinquedo sexual sem ser perguntada. Foi isso que aconteceu.

No final eu tenho que me lembrar sempre que: eu disse não. Por DUAS NOITES INTEIRAS. Não importa se eu não consegui resistir. Eu fui despedaçada. Ela sabia que eu não queria, eu deixei isso bem claro. Eu não quis gritar com ela, eu não a empurrei. 1, porque eu a amava. 2 porque eu queria que aquilo acabasse. Nós nunca conversamos sobre esta noite. Isso completamente acabou com minha cabeça, de forma alguma eu poderia ter sido ESTUPRADA pela minha melhor amiga, certo?

 Nossa amizade acabou porque ela decidiu que não tinha tempo para nós. Para se preocupar comigo. Ela se importava tanto comigo que estava a atrasando. Não sei como terminar essa história. Estou aterrorizada com a resposta que receberei. A única razão pela qual eu faço isso agora é porque espero que por causa dos recentes eventos, as pessoas acreditem em mim. Se você começar a duvidar do abuso nisso, eu imploro que você imagine o papel dela como o de um homem. Garotas podem estuprar garotas. Melhores amigos podem estuprar melhores amigos. A amizade não é igual a consentimento. Eu só queria que não tivesse sido tão difícil para mim acreditar nisso."

Leia a íntegra da resposta de Melanie

"Estou horrorizada e triste com as declarações e a história contadas hoje à noite por Timothy Heller. O que ela e eu compartilhamos foi uma amizade próxima por um tempo. Nós nos encontramos na vida uma da outra no início das nossas carreiras como artistas e tentamos ajudar nos ajudar. Nós duas sofremos parar lidar com nossos demônios individuais e os novos caminhos, mas eu realmente senti que estávamos tentando levantar uma a outra. Ela nunca disse não a algo que decidimos a fazer juntas. E apesar de estarmos distantes, eu estou mandando a ela amor e luz sempre."

Loading...
Revisa el siguiente artículo