Idosa de 97 anos espera por horas para ver príncipe Harry; veja o desfecho

Por Metro Jornal
David Moir/Getty Images
Idosa de 97 anos espera por horas para ver príncipe Harry; veja o desfecho

Aos 97 anos, a australiana Daphne Dunne provou que não mede esforços para ver o seu integrante preferido da realeza britânica: o príncipe Harry. Depois de ficar por sete horas debaixo da chuva para vê-lo, Daphne, que já havia o encontrado anos antes, queria saber se o príncipe a reconheceria.

A espera não foi em vão e ela conversou por alguns minutos com Harry, além de ganhar um beijo e um abraço do príncipe.

Leia mais:
Príncipe Harry e Meghan Markle são primos
Relembre as polêmicas envolvendo o príncipe Harry

Harry estava visitando Sydney, na Austrália, para promover os jogos "Invictus", dos quais participam pessoas que ficaram feridas ou debilitadas durante o cumprimento do serviço militar.

Enquanto ele fazia um passeio pelo porto, Daphne e outros fãs esperavam para vê-lo. Mesmo com a agenda real lotada, ele conseguiu arranjar tempo para dedicar aos seus fãs.

Quando o príncipe britânico foi cumprimentar as pessoas, reconheceu Daphne e foi em sua direção.

A primeira vez que Daphne e Harry se encontraram foi na época em que ele trabalhava com as Forças de Defesa da Austrália. Na ocasião, ele escolheu Daphne entre a multidão pelo fato dela usar muitas medalhas militares, dentre as quais a Victoria Cross – mais alta condecoração militar, que foi concedida a apenas 13 pessoas em reconhecimento a bravura delas durante a Segunda Guerra Mundial.

Daphne é veterana da armada australiana de mulheres e, nesse primeiro encontro, explicou ao príncipe que seu marido foi condecorado com a medalha após a morte. Eles eram casados há apenas um ano quando ele morreu, aos 24 anos.

A NBC transmitiu o encontro. Confira (em inglês):

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo