Depois de criticar Weinstein, Ben Affleck pede desculpas por ter assediado atriz em gravação da MTV

Por Metro Jornal São Paulo
Getty Images
Depois de criticar Weinstein, Ben Affleck pede desculpas por ter assediado atriz em gravação da MTV

Ben Affleck usou as redes sociais ontem para emitir uma declaração oficial na qual condena as atitudes do produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio sexual. Contudo, seu posicionamento não agradou muitas pessoas.

No twitter, um usuário lembrou que o ator assediou a atriz Hilarie Burton quando ela tinha 18 anos, durante a gravação de um programa na MTV.

E a atriz não demorou para se manifestar nas redes. Em resposta, ela disse que não esqueceu do episódio onde Affleck agarrou os seus seios sem consentimento.

O abuso foi registrado pelas câmeras da emissora e um material que traz um trecho do vídeo foi divulgado pela atriz.

Após a repercussão negativa, Affleck se pronunciou sobre o caso e pediu desculpas publicamnete.

Entenda o caso
Na semana passada, o jornal "The New York Times" publicou uma reportagem investigativa que acusa Weinstein de cometer uma série de assédios sexuais contra atrizes, assistentes e empregadas temporárias.

A publicação afirma que o produtor fez ao menos oito acordos financeiros com mulheres durante os trinta anos em que foi confrontado com acusações de assédio sexual e contato físico indesejado. Segundo o veículo, dezenas de funcionários de Weinstein afirmaram ter testemunhado condutas inapropriadas do produtor enquanto trabalhavam para ele.

Em resposta, Weinstein escreveu na última quinta-feira uma declaração ao jornal "The Times", na qual afirmou estar ciente de que seu comportamento "causou muita dor" à colegas "no passado". "Eu sinceramente me desculpo por isso. Ainda que eu esteja tentando ser melhor, sei que tenho um longo caminho pela frente", escreveu.

Em razão das denúncias, Weinstein foi demitido de sua própria produtora no último domingo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo