Em protesto, Suplicy se coloca à disposição para ser preso com Lula

Por Band.com.br

O vereador Eduardo Suplicy se comprometeu a ficar preso com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até que ele "tenha um julgamento em que se dê o mais completo direito de defesa".

Lula teve pedido de habeas corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no início da madrugada desta quinta-feira (5), no caso do tríplex do Guarujá.

Em seu perfil no Facebook, Suplicy compartilhou uma mensagem de apoio ao petista e defendeu que as decisões do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, e do Tribunal Regional Federal da 4 ª Região (TRF4), em Porto Alegre, não permitiram o direito de defesa necessário.

Os petistas se encontraram na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campos, onde o ex-presidente acompanhou a votação do STF.

Confira a publicação de Suplicy:

Ao cumprimentar o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva agora a noite, no Sindicato dos Metalúrgicos, em SBC, transmiti a…

Posted by Eduardo Suplicy on Wednesday, April 4, 2018

Prisão

O Juiz Moro decretou o mandado de prisão nesta quinta-feira, dia 5. O ex-presidente tem que se apresentar em Curitiba até as 17h da sexta-feira, dia 6.

Em janeiro, o Tribunal aumentou a pena do petista de 9 anos e 6 meses, aplicada por Moro, para 12 anos e 1 mês de reclusão no caso do tríplex do Guarujá.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo