'Candidatura Temer é encenação, obra do marketing oficial' diz Alvaro Dias'

Por Estadão Conteúdo

Pré-candidato do Podemos à Presidência, o senador Alvaro Dias (PR) possui mais de quatro décadas de vida pública, mas tem dito ser uma alternativa para "romper com o sistema político vigente". Em pesquisas recentes de intenção de voto, aparece com 6% no melhor dos cenários.

Em entrevista ao Estadão/Broadcast, ele afirma se encaixar no perfil esperado pela população: um nome com "experiência na gestão pública e que tem passado limpo". O senador chegou a ser citado na delação da Odebrecht, mas a denúncia foi arquivada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. O caso, segundo o relator da Lava Jato, se tratava de suspeitas já prescritas ocorridas no período em que o político era governador do Paraná, entre 1987 e 1991.

Como pré-candidato, ele diz que vai focar sua campanha no primeiro turno no Sul, Sudeste e Centro-Oeste e disputar o eleitorado com nomes do centro, como o governador tucano Geraldo Alckmin. "Não sou anti-Alckmin, sou antissistema." Alvaro Dias chama de "surreal" eventual candidatura do presidente Michel Temer.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo