Marina Silva critica possível participação de Luciano Huck nas eleições

Por band.com.br

A pré-candidata à Presidência da República e ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) disse que candidatos “de fora da política” não são bons para a história do Brasil e citou os ex-presidentes Fernando Collor de Mello e Dilma Rousseff – ambos sofreram impeachment.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes nessa segunda-feira (5), Marina foi questionada por Datena se ela estava se referindo a uma possível pré-candidatura do apresentador Luciano Huck. “Não vou ‘fulanizar’, estou falando com uma tese calcada em fatos concretos. Tivemos Collor, tivemos Dilma e casos em outros Estados. É um problema essa história de ser ‘de fora da poítica’. Isso não foi bom. Não podemos negar a política, que está com problemas sim, mas vamos reconhecer e se dispor a fazer uma transformação”.

Para a ex-senadora, a história do Brasil está cheia de fracassos, principalmente “de pessoas que foram testadas nos mais altos cargos”.

Arrependida
Marina Silva também afirmou se arrepender de ter apoiado Aécio Neves (PSDB) na campanha eleitoral de 2014, na qual perdeu para ex-presidente Dilma. “Se hoje fosse o segundo turno de 2014, não teria dado apoio a ninguém. Ambos os partidos – PT e PSDB – estão sendo investigados na Operação Lava Jato e envolvidos no caixa 2”, disse.

Para ela, a eleição de 2014 foi “da mentira, do abuso do poder, do caixa 2, em que o cidadão foi enganado”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo