TSE estuda criar canal para combater fake news nas eleições

Por Ansa
Foto: Marcelo Camargo/Ag. Brasil
TSE estuda criar canal para combater fake news nas eleições

Em ano de eleições presidenciais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se reuniu nesta quarta-feira (31) com os representantes do Google, Facebook, Twitter e WhatsApp para criar um canal de comunicação contra a disseminação de fake news.

O objetivo do TSE é facilitar a comunicação da Justiça Eleitoral com as principais redes sociais, tudo para que as notícias falsas não interfiram no processo eleitoral. Caso seja encontrada uma fake news, o meio de comunicação dará mais rapidez para que os conteúdos falsos sejam retirados.

O ministro e presidente do TSE, Gilmar Mendes, afirmou que preocupação "muito grande" com a disseminação de notícias falsas.

Para ajudar no combate contra as fake news, a Polícia Federal (PF) anunciou em janeiro que dará início a um grupo especial formado para evitar a disseminação das notícias falsas durante o período eleitoral.

Loading...
Revisa el siguiente artículo