Ao menos 28 mil presos devem deixar a cadeia nas festas de fim de ano

Por Pedro Campos - Rádio Bandeirantes

Ao menos 28 mil presos, que deixarão a cadeia no período do Natal e Ano Novo no Estado de São Paulo, não serão monitorados por tornozeleira eletrônica. O contrato com a empresa responsável pelo serviço também ficará suspenso.

A licitação para o reestabelecimento não foi concluída por conta dos recursos judiciais da empresa perdedora. Uma fonte do governo do Estado informou que nomes e endereços dos beneficiados serão passados à polícia, mas não haverá monitoramento humano.

As saídas de Dia das Crianças e Finados já ocorreram sem o controle eletrônico à distância. Segundo dados oficiais da Administração Penitenciária, o índice de não retorno chegou a 5%, considerado estável.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo