Justiça Federal torna réus 29 pessoas por fraudes na Lei Rouanet

Por Elaine Freires/BandNews FM
Entre os denunciados está a família Bellini, que usou os recursos para pagar a festa de casamento de um dos filhos em um hotel de luxo - Reprodução
Justiça Federal torna réus 29 pessoas por fraudes na Lei Rouanet

A Justiça Federal torna réus 29 dos 32 denunciados pelo Ministério Público Federal por fraude na Lei Rouanet.

De acordo com a denúncia, produtores culturais e organizadores de eventos captavam dinheiro de empresas pela lei para organizarem eventos culturais, produzirem livros e shows.

A verba, no entanto, era destinada para festas particulares. Entre os denunciados está a família Bellini, que usou os recursos para pagar a festa de casamento de um dos filhos em um hotel de luxo.

O MPF aponta Antonio Carlos Bellini Amorim como o chefe da organização criminosa que desviava recursos públicos em benefício próprio.

Segundo o Ministério Público Federal, eram oferecidas contrapartidas para empresas que concordavam em participar do esquema.

 Algumas companhias só repassavam o dinheiro para o grupo responsável pelas fraudes se obtivessem vantagens, como o custeio das festas de fim de ano. A reportagem da BandNews FM tenta contato com os advogados da família Bellini.

 Em nota, o Ministério da Cultura afirma que “iniciou investigação interna deste caso em 2011, a partir de denúncia recebida pelo Ministério Público”.A Pasta garante que “inabilitou as empresas identificadas, que não tiveram mais nenhum projeto admitido”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo