Cabral é zoado por vizinhos de Benfica quando o Vasco é derrotado

Em rede social, homem sugere que as pessoas façam um rap em homenagem ao ex-governador

Por Band
Alex Ferro/Rio 2016
Cabral é zoado por vizinhos de Benfica quando o Vasco é derrotado

Não são apenas as investigações da Lava Jato que têm tirando o sono dos detentos em Benfica. A penitenciária fica ao lado da comunidade Parque Arará, onde um baile funk não os deixa dormir. Os bailes, que costumam acontecer nos finais de semana, se estendem ao longo da madrugada e só terminam quando o dia amanhece.

Os presos da Lava Jato estão em uma ala que fica de frente à comunidade, mas moradores afirmam que o som não atrapalha a rotina da cadeia. Segundo eles, o local das festas é distante do presídio.

Na comunidade, o incômodo a Sérgio Cabral virou piada. Em uma rede social,  um homem sugere que as pessoas façam um rap em homenagem ao ex-governador, que segundo ele, está gostando das músicas.

Nos dias dos jogos do Vasco, time do coração de Cabral, ele também é alvo de zombarias, sobretudo quando a equipe é derrotada.

Quem está em Benfica
Os últimos dias na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte, foram movimentados, com a chegada de mais detentos envolvidos no esquema de corrupção de Sérgio Cabral. No segundo andar do prédio, estão os presos da Operação Lava Jato no Estado. Eles dividem celas de aproximadamente 16 m2, que podem receber até seis presos. Cada uma tem três beliches, com os colchões usados pelos atletas nos Jogos do Rio-2016.

Os presos da Lava Jato ocupam a galeria ‘C’ no segundo andar. O deputado Jorge Picciani (PMDB) divide uma cela com o filho, Felipe Picciani (PMDB), o também deputado Edson Albertassi (PMDB) e Rogério Onofre, ex-presidente do Detro (Departamento de Transporte Rodoviário). O deputado Paulo Melo (PMDB) ocupa uma cela sozinho.

Estão juntos também o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), Wilson Carlos, ex-secretário de Governo e braço direito do ex-governador; o empresário Marco Antônio de Luca, além do ex-PM Flávio Melo e um enfermeiro.

Nos demais presídios, normalmente, os traficantes são divididos por facções. Em Benfica, os detentos estão sendo separados pelo partido que pertencem. Na quarta-feira, o ex-governador Anthony Garotinho (PR), ao ser levado para lá, foi colocado sozinho, numa cela afastada, na galeria ‘A’, também no segundo andar, por ser considerado inimigo político dos demais presos, principalmente de Sérgio Cabral. Na sexta-feira, devido a supostas agressões que Garotinho disse ter sofrido durante a madrugada dentro da cadeia, ele foi transferido para Bangu 8 (leia abaixo).

A ex-governadora Rosinha Mateus e a ex-primeira dama Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, estão no mesmo presídio de Benfica, na ala feminina, no terceiro andar.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo