Não há votos para aprovar Reforma da Previdência, diz Marcelo Caetano

Por Band.com.br
Reprodução
Não há votos para aprovar Reforma da Previdência, diz Marcelo Caetano

Principal objetivo do governo neste momento, a aprovação da Reforma da Previdência ainda não conta com os votos necessários por parte do Congresso Nacional, como confirmou nesta quinta-feira (23), em entrevista ao Café com Jornal, o secretário da Previdência Social Marcelo Caetano

Segundo o secretário, o governo “está trabalhando” para conseguir o apoio dos parlamentares. “Há uma crescente no número de deputados que se sentem convencidos para a aprovação da Reforma da Previdência. A data em si [para aprovação na Câmara] vai depender de quando houver esse quórum suficiente”, disse.

Diante desse cenário, em um jantar na noite dessa quarta-feira (22), no Palácio do Planalto, o deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287/2016, que trata da Reforma da Previdência, apresentou ao presidente Michel Temer e seus correligionários um novo texto para viabilizar a aprovação das mudanças.

LEIA TAMBÉM:
Veja mudanças do novo texto da reforma da Previdência

Caetano não considera as alterações no texto da reforma um "balde de água fria", como questionou a apresentadora Julia Duailibi. "Ainda é uma reforma bastante consistente", falou.

"É necessário fazer o quanto antes e evitar que a carga tributária cresça ainda mais", explicou. O secretário afirmou ainda que a reforma "quebra privilégios e trata todos de forma igual". "Os menos afetados serão os com rendimentos mais baixos, como os trabalhadores rurais e os que recebem salário mínimo", explicou.

Assista à entrevista:

Loading...
Revisa el siguiente artículo