Moro marca para fevereiro audiências de Lula sobre sítio de Atibaia

Por Band News FM
Paulo Whitaker/reuters
Moro marca para fevereiro audiências de Lula sobre sítio de Atibaia

O juiz Sérgio Moro marca para fevereiro de 2018 as primeiras audiências do processo que acusa o ex-presidente Lula de receber vantagens indevidas da OAS e da Odebrecht por meio de um sítio em Atibaia, no interior de São Paulo. 

Os depoimentos de testemunhas de acusação serão tomados nos dias 05 e 07 de fevereiro.  Sete pessoas serão ouvidas nestas datas. 

A maioria dos indicados pelo Ministério Público Federal é delator da Lava Jato.  Entre eles estão o casal de marqueteiros João Santana e Monica Moura e os empresários Milton e Salim Schahin. 

Nesta ação penal, Lula é acusado de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.  Segundo o Ministério Público, os recursos vieram de sete contratos firmados entre as empreiteiras OAS e Odebrecht e a Petrobras. 

A defesa de Lula nega todas as acusações e diz que "não existe qualquer elemento mínimo que permita cogitar que Lula praticou qualquer dos crimes indicados pelo órgão acusador".  Os advogados também alegam que a força-tarefa da Lava Jato não indicou qualquer ato de ofício de Lula, enquanto presidente de República, que pudesse ter relação com os contratos e as supostas vantagens recebidas por ele.  

A ação penal sobre o sítio de Atibaia é o terceiro processo contra Lula nas mãos do juiz Sérgio Moro. O magistrado já condenou o ex-presidente a nove anos e meio de prisão no caso do tríplex no Guarujá, em que Lula recorre ao TRF-4.  Já o processo relacionado a compra de um terreno para a construção da sede do Instituto Lula pela Odebrecht está em fase final. 

Todos os réus já prestaram depoimento e agora a ação na etapa de diligências complementares.

Loading...
Revisa el siguiente artículo