Meirelles descarta ser candidato a vice-presidente

Por Estadão Conteúdo
Paulo Whitaker/Reuters
Meirelles descarta ser candidato a vice-presidente

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira, 3, em entrevista a Rádio Gaúcha que não é pré-candidato à presidência da República. "Tomo decisões na hora certa", disse ele ao ser perguntado sobre seus planos para as eleições de 2018. O ministro, porém, descartou a possibilidade de concorrer como vice-presidente.

Leia mais:
Não conversei com Luciano Huck sobre ser seu vice, diz Henrique Meirelles
Brasil volta ao normal com políticas econômica e monetária críveis, diz Meirelles

"Não serei candidato a vice-presidente em nenhuma hipótese", afirmou o ministro. Sobre uma eventual candidatura em 2018, Meirelles ressaltou que o prazo legal para quem ocupa cargo no governo se descompatibilizar da função é 31 de março de 2018. "Este é o tempo de decisão para todos os ministros", disse ele.

Meirelles reiterou na entrevista que sua "atenção, foco e determinação" neste momento é o Ministério da Fazenda e trabalhar para que a economia se recupere. "Eu tenho consciência que existe espaço importante na política brasileira, para quem defende as reformas e a modernização", disse ele, ressaltando que muitas pessoas têm a expectativa de um candidato à presidência que tenha essa experiência.

"Não tomo decisões por antecipação, como tem sido prática na minha carreira", disse ele ao ser perguntado sobre qual seria sua decisão quando chegar o prazo para a descompatibilização. "A decisão tem que ser tomada na hora certa. Minha decisão no momento é ser um bom ministro da Fazenda."

O ministro ressaltou que é prematuro agora falar sobre uma decisão que deve ser tomada em março que afirmou que "não gasta tempo pensando em possibilidades". Decisão por antecipação, afirmou ele, geralmente acaba sendo uma perda de tempo.

Meirelles ressaltou que em março, se o Brasil estiver crescendo e gerando emprego, ele estará cumprindo sua missão. "O que me importa são pessoas sendo impactadas pela recuperação da economia."

Loading...
Revisa el siguiente artículo