Temer colocou R$ 1 milhão 'no bolso', acusa delator

Ueslei Marcelino/Reutres
Temer colocou R$ 1 milhão 'no bolso', acusa delator
Por: Ansa

O diretor do frigorífico JBS Ricardo Saud acusou o presidente Michel Temer de ter recebido R$ 15 milhões em propina do PT nas eleições de 2014 e de ter colocado R$ 1 milhão “no bolso”.

A declaração foi dada em sua delação premiada ao Ministério Público Federal, cujo teor teve o sigilo derrubado nesta sexta-feira (19) pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo Saud, Temer e o ministro da Ciência Gilberto Kassab foram os únicos que ele viu usarem dinheiro de caixa dois em benefício próprio.

“O Michel Temer fez até uma coisa muito deselegante, porque nessa eleição eu só vi dois caras roubarem deles mesmos: um foi o Kassab e outro, o Temer. O Temer me deu um papelzinho e disse: olha, Ricardo, tem 1 milhão que eu quero que você entregue em dinheiro nesse endereço aqui”, contou o delator.

O endereço em questão era da empresa de engenharia e arquitetura Argeplan, do coronel aposentado João Baptista Lima Filho, amigo do presidente da República.

“Eu já vi o cara pegar o dinheiro na campanha e gastar na campanha. Agora, o cara ganhar um dinheiro do PT e guardar no bolso dele, isso ai é muito difícil. Só o Temer e o Kassab que guardaram o dinheiro pra eles gastarem de outra forma”, disse Saud.

O montante havia sido pago pela JBS ao Partido dos Trabalhadores, que teria repassado recursos ilegais para aliados nas eleições de 2014.

LEIA TAMBÉM:

Eleição direta ou indireta? Os cenários para eventual queda de Temer
Temer suspeita que gravação foi editada e manda áudio para peritos
STF libera conteúdo das delações de Joesley e Wesley Batista
Maia já discute com técnicos legislativos sobre eleições indiretas
Famosos viram memes durante crise política
Partidos e grupos de esquerda articulam 3 estratégias para eleições diretas
Lula e Dilma tinham US$ 150 mi em ‘conta’ de propina da JBS, diz Joesley
Temer orienta equipe a ir para ‘o enfrentamento’
Rocha Loures desembarca em SP sob gritos de ‘ladrão’
Joesley revela compra de deputados para votar contra impeachment de Dilma
Ticiana Villas Boas: ‘estamos passando por momentos difíceis’
Brasileiros devem se mobilizar e exigir renúncia de Temer, diz Joaquim Barbosa
Denúncias contra Temer se agravam e situação é dramática, diz colunista
Confira um resumo das delações de Joesley Batista, da JBS, na Lava Jato
MPF quer multa de R$ 11 bilhões para fazer acordo de colaboração com J&F
Em nota, Aécio diz que não colocou empecilho aos avanços da Lava Jato
Irmã de Aécio queria R$ 40 milhões para apartamento, diz Joesley

Loading...
Revisa el siguiente artículo