Embraer e FAB lançam protótipo de avião para transporte militar

Por Tercio Braga
O novo KC-390 será utilizado para transporte militar | Divulgação/Embraer O novo KC-390 será utilizado para transporte militar | Divulgação/Embraer

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) lançou nesta terça-feira (21) o primeiro protótipo do avião de transporte militar KC-390, que é produzido na unidade de Gavião Peixoto (SP). Conforme o Ministério da Defesa, esta é a maior e mais moderna aeronave já fabricada no país. O protótipo é um projeto conjunto entre a Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) e foi apresentado hoje à imprensa, durante evento que contou com as presenças do ministro da Defesa, Celso Amorim, e do comandante da FAB, tenente-brigadeiro do ar Juniti Saito. “Momentos como este nos enchem de orgulho. Esta aeronave é um prodígio de avanço tecnológico”, disse o ministro.

Segundo a companhia, a aeronave ainda deve passar por testes em solo antes de fazer seu primeiro voo, previsto para ocorrer até o fim do ano. “O KC-390 será a espinha dorsal da aviação de transporte da FAB. Ele poderá operar tanto na Amazônia quanto na Antártida. As turbinas a jato conferem bastante agilidade ao avião, que cumprirá todas as missões com mais agilidade”, salientou o comandante da Aeronáutica.

De acordo com o Ministério da Defesa, o KC-390 é capaz de levar tropas a qualquer região do país com rapidez. Além disso, pode transportar equipamentos militares desmontados, tais como o novo blindado Guarani, produzido para o Exército Brasileiro. Ele substituirá o Hercules C-130, que é utilizado em operações como missões de busca e reabastecimento de outras aeronaves em voo.

Representantes da Embraer revelaram que este é o primeiro de dois protótipos que serão usados “nas campanhas de desenvolvimento, testes de solo e de voo e certificação”. Segundo a empresa, trata-se de um avião de transporte militar tático e de reabastecimento em voo, que “representa um avanço significativo em termos de tecnologia e inovação para a indústria aeronáutica brasileira”. O KC-390 foi projetado para ter menor custo operacional e para transportar e lançar cargas e tropas, além de buscar, resgatar e combater incêndios florestais, entre outras missões.

Em maio deste ano, a Embraer e a FAB assinaram contrato de produção em série da aeronave, com previsão de entrega de 28 modelos para dez anos. O Ministério da Defesa informou que a primeira remessa está programada para 2016. A Embraer já recebeu intenções de compra do KC-390 de países como o Chile, a Argentina, Colômbia, República Checa e Portugal.

Loading...
Revisa el siguiente artículo