"Evolução", diz Aécio sobre Dilma admitir corrupção na Petrobras

Por Tercio Braga
Acompanhado pelo senador eleito José Serra, Aécio Neves é carregado por Ronaldo durante campanha | Ricardo Moraes/Reuters Acompanhado pelo senador eleito José Serra, Aécio Neves é carregado por Ronaldo durante campanha | Ricardo Moraes/Reuters

Em campanha no Rio de Janeiro, o candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) comentou sobre a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT) ter admitido que houve desvio de dinheiro da Petrobras. O tucano classificou como “uma evolução” o posicionamento da adversária, mas cobrou providências.

“Quando houve o pedido da CPI da Petrobras, o PT disse que era um factoide, e os fatos estão aí. Mas as providências ainda não foram tomadas”, ponderou o candidato tucano.

Dilma Rousseff falou sobre a suposta corrupção na Petrobras nesse sábado, em entrevista coletiva. Ela disse que solicitou a transcrição dos depoimentos do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa ao Ministério Público Federal. No pronunciamento, Dilma garantiu que vai fazer o possível para “ressarcir o país”.

Leia também
• Dilma admite desvios na Petrobras e diz que dinheiro tem ser devolvido

Aécio Neves comentou a declaração da petista em entrevista coletiva, antes de sair em carreata pelas ruas de Copacaba. Ele estava acompanhado de aliados tucanos, entre eles o senador eleito José Serra, e pelo ex-jogador de futebol Ronaldo, companhia frequente na campanha para a presidência.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo