Dilma fala sobre apoio de Marina a Aécio: "acho compreensível"

Por Carolina Santos

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, se pronunciou neste domingo, dia 12, sobre o apoio de Marina a Aécio Neves, seu adversário no segundo turno. “Acho compreensível que Marina Silva apoie Aécio Neves, afinal os programas econômicos dos dois se assemelham. O projeto do candidato adversário representa uma visão da economia que quando esteve no governo quebrou o país três vezes. Aqueles que estão comigo representam o meu projeto de país: de avanço. Os que estão do outro lado representam o retrocesso”, declarou ela durante visita ao Centro Educacional Unificado (CEU) Jambeiro, no bairro de Guaianases, em São Paulo, ao lado do prefeito Fernando Haddad.

O apoio da pessebista ao tucano foi anunciado durante uma coletiva de imprensa em São Paulo. Após ser derrotada no primeiro turno das eleições, Marina decidiu se posicionar a favor do candidato do PSDB condicionada ao alinhamento de suas propostas com as do presidenciável.

Dilma afirmou não acreditar que os eleitores de Marina se somarão aos de Aécio. “Não acredito que haja uma transferência automática de votos para ninguém. Acredito na democracia. O voto é de quem vai lá na urna e registra”, declarou.

A petista também voltou a questionar as intenções do adversário. “Cada um [ela e Aécio], entre os dois projetos, tem um compromisso. O meu compromisso é e sempre será com o povo brasileiro! Eles (PSDB) são a favor de reduzir o papel dos bancos públicos, que significa acabar com a Minha Casa Minha Vida. Nós somos contra. Tem coisas que eu não concordo, como mexer nos direitos do trabalhador e não abro mão nem que a vaca tussa”, declarou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo