Caso seja eleito, Aécio Neves vai propor o fim da reeleição

Por Nadia
 | Washington Alves/Reuters Aécio Neves avisa aliados sobre proposta de acabar com a reeleição | Washington Alves/Reuters

Candidato à presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves já avisou aos aliados que, se vencer, vai propor o fim da reeleição. Ele comunicou que a proposta inclui a extensão do mandato de presidente para cinco anos.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, a notícia foi bem aceita pelos assessores de Geraldo Alckmin, reeleito governador de São Paulo no primeiro turno. Isso porque os aliados de Alckmin planejam a candidatura dele à presidência em 2018. Desta forma, segundo divulgado pela colunista,  o compromisso de Aécio em não disputar uma eventual reeleição facilitaria o engajamento do grupo do governador de SP na campanha do mineiro.

Na segunda-feira, Aécio se reuniu com o comando de campanha no comitê central em São Paulo. Ele confirmou que falou por telefone com Marina Silva e disse que as exigências da ex-senadora para apoiá-lo no segundo turno “são plenamente compatíveis com o programa do PSDB”.

Ao chegar no comitê, Aécio foi recebido com aplausos pelos correligionários. Ele agradeceu o apoio dos aleitores e criticou os institutos de pesquisa que erraram as previsões.

Aécio Neves se reúne com o comando de campanha no comitê em São Paulo. Assista:

O tucano também defendeu uma campanha limpa, de bom nível, contrariando o “espírito guerreiro” que reina no comando da campanha petista em Brasília.

“Quero convidar a candidata Dilma Rousseff para fazermos uma campanha em alto nível, uma campanha propositiva, uma campanha à altura daquilo que esperam de nós os brasileiros”, disse o tucano.

Aécio Neves ficou em segundo lugar no primeiro turno, com 33,55%. Já a candidata do PT, Dilma Roussef, recebeu 41,59% dos votos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo