Câmara dos Deputados terá 43,5% de renovação em 2015

Por fabiosaraiva

selo-eleicao-metro-eleicoes-2014-150

Qualquer um dos eleitos à Presidência deve enfrentar dificuldades para aprovar propostas na Câmara | José Cruz/ABr Qualquer um dos eleitos à Presidência deve enfrentar dificuldades para aprovar propostas na Câmara | José Cruz/ABr

Dos 513 deputados eleitos, 198 cumprirão o mandato a partir de 2015 pela primeira vez. O índice de renovação, de 43,5%, um pouco menor do que o verificado em 2010, que chegou a 46,4%.

Mais da metade dos parlamentares foram reeleitos (56,5%). Embora tenham perdido espaço, PT e PMDB seguem com as maiores bancadas. O PT caiu de 88, para 70 cadeiras. O PMDB, de  71 para 66. O governo continua com a maioria, mas terá que negociar mais. A bancada governista, que em 2010 elegeu 340 deputados, agora obteve 304 vagas.

O PSDB cresceu – passou de 44 para 55 deputados, e tem a terceira maior bancada. Os nanicos também conseguiram mais espaço. Em 2015, a Câmara terá mais seis partidos com representação.

Os eleitos assumem no dia 2 de fevereiro de 2015,  e ficam no Congresso até 31 de janeiro de 2019. Com  salário de R$ 26,7 mil, eles também têm direito a um apartamento funcional, gastos ilimitados com celular e verba de gabinete.

Segundo o analista político Antonio Augusto de Queiroz, do Diap (departamento de assessoria Parlamentar), os grandes partidos encolheram, abrindo espaço para os nanicos.

Bancada paulista

Com 70 cadeiras a bancada paulista na Câmara terá 36 novatos em 2015. O PSDB lidera, com 14 cadeiras, seguido pelo PT (10). Em seguida aparece o PRB, que elegeu 8 deputados – antes tinha apenas 2 – graças à votação de Celso Russomanno, o campeão de votos no Estado, com 1,5 milhão de eleitores.

Com 1  milhão de votos, Tiririca ajudou a eleger outros dois deputados federais, deixando a bancada do PR com 6 vagas. “A renovação em São Paulo é só circulação de poder. Muitos já eram deputados ou vereadores”, diz Queiroz.

arte-deputados-reeleitos Artes: Agência Câmara Notícias/ dados – fonte: TSE
deputados-bancada Artes: Agência Câmara Notícias/ dados – fonte: TSE
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo