Na reta final, a disputa entre Marina e Aécio é voto a voto

Por Carolina Santos

Faltando dois dias para o primeiro turno das eleições presidenciais ainda não é possível dizer quem irá disputar um eventual segundo turno com a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT).

Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas na quinta-feira (2) mostram Dilma com 40%, e Marina Silva (PSB), com 24% das intenções de voto nas duas sondagens. Aécio Neves (PSDB) tem 21% no Datafolha e 19% no Ibope. Como a margem de erro das duas pesquisas é de 2 pontos percentuais, pelo Datafolha o tucano e a candidata do PSB estão em situação de empate técnico. Pelo Ibope, Marina tem 1 ponto percentual de vantagem dentro da margem de erro.

Quando consideramos apenas os votos válidos (descartando brancos e nulos), Dilma tem, segundo o Ibope, 47%, Marina, 28%, e Aécio, 22%. Se no domingo ela atingir 50% mais um dos votos válidos, liquida a fatura e não haverá mais segundo turno.

corte

Até duas semanas atrás, as pesquisas indicavam maior probabilidade de que o segundo turno fosse disputado entre Dilma e Marina. A partir da última semana, no entanto, os números começaram a mostrar uma mudança no quadro da corrida eleitoral, apontando para um dos cenários mais imprevisíveis de todas as oito últimas eleições presidenciais desde o fim do regime militar.

Aécio, que no início da campanha ocupava o segundo lugar nas pesquisas, foi atingido em cheio pelo efeito emocional provocado pela morte de Eduardo Campos. Outros candidatos ArteO trágico acidente aéreo, que no dia 13 agosto tirou a vida do candidato do PSB, alçou sua vice, Marina, à condição de candidata e herdeira.

Nos levantamentos seguintes, Marina desalojou de forma instantânea o tucano do segundo lugar, levando-o ao terceiro posto em todos os levantamentos. A ex-ministra chegou a disparar nas pesquisas, empatando com a líder, Dilma, em 34% em 29 de agosto. O voo de foguete durou até a semana passada.

Na última terça (30), o Datafolha mostrava Dilma com 40%, Marina com 25% e Aécio, 20%. Pelo Ibope, a presidente tinha 39%, a candidata do PSB aparecia com 25%, e o tucano somava os mesmos 19%.

De lá para cá, Marina oscilou para baixo nas duas pesquisas, e Aécio confirmou trajetória de alta, pelo menos no Datafolha, cujas entrevistas são mais recentes, realizadas entre quarta e quinta-feira. As do Ibope ocorreram entre segunda e quarta-feira. Somadas as informações das duas pesquisas, fica cada vez mais clara a realização do segundo turno.

Com o encerramento oficial da campanha ontem, último dia do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, não há muito a fazer até domingo. Aos candidatos resta investir no corpo a corpo com o eleitor e contar com o apoio da militância até amanhã, quando toda a atividade eleitorial deve ser suspensa.

Outra aposta dos comitês de campanha é buscar o voto dos indecisos e daqueles que pretendem votar em branco ou anular. Segundo o Datafolha, os que planejam votar em branco e nulo somam 5%, enquanto no Ibope eles são 8%. Já os indecisos somam, respectivamente, 5% e 7%.

Segundo turno

A grande diferença nas duas sondagens mais recentes está nas simulações de segundo turno. Dilma vence em todos os cenários, mas num deles sua vantagem é bastante diferente.

Pelo Datafolha, Dilma  supera Marina e Aécio pelos mesmos 48% a 41%. No Ibope, a presidente vence a candidata do PSB pela mesma vantagem, ainda que com outro placar: 43% a 36%. Mas contra o tucano, a vantagem é quase o dobro do que no Datafolha: 46% a 33%.

Na terça-feira, o Datafolha mostrava Dilma vencendo Marina por 49% a 41% e Aécio por 50% a 41%. Pelo Ibope, a presidente tinha 42%, e a candidata do PSB, 38%, de modo que as duas estavam no limite do empate técnico. Contra o tucano, a petista vencia por 45% a 35%.

Rejeição

Quanto à rejeição aos candidatos, Dilma tem o maior índice: 32%. Marina tem 25%; Pastor Everaldo, 22%; Levy Fidelix, 22%; Aécio, 21%; Zé Maria, 18%; Eymael, 16%; Luciana Genro, 16%; Rui Costa Pimenta, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo