Diferença de Marina para Dilma diminui no segundo turno, aponta Índice Band

Por lyafichmann
Marina Silva e Dilma Rousseff estão tecnicamente empatadas em eventual segundo turno | Ueslei Marcelino/Reuters Candidata do PSB teria 52% contra 48% da petista no segundo turno | Ueslei Marcelino/Reuters

O Índice Band, coordenado pelo cientista político Antônio Lavareda, apresenta em votos válidos uma média das intenções de voto das últimas pesquisas eleitorais. Ou seja, revela o que de fato as urnas deverão mostrar porque elimina os votos brancos e nulos. Em um eventual segundo turno, a diferença de Marina Silva para Dilma Rousseff diminuiu.

Leia também:
• Ibope mostra vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno

De acordo com o mais novo Índice Band, Dilma Rousseff (PT) passou de 42% dos votos válidos no dia 11 de setembro para 43% agora.

Marina Silva tinha 38% e agora está com 37% dos votos válidos. Aécio Neves (PSDB) continua com 17%.

Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada. Os demais candidatos não chegam a um por cento.

No segundo turno, a diferença entre Marina e Dilma diminuiu, mas a candidata do PSB ainda venceria a presidente por 52% a 48% dos votos válidos.

Num eventual segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 57% a 43% dos votos válidos.

Na avaliação do governo, o índice ótimo e bom passou de 36% para 37%. Regular está em 38%. E o índice ruim e péssimo em 25%.

O Índice Band fez uma média ponderada das últimas pesquisas Ibope, Datafolha, CNT/MDA, Sensus e Vox Populi.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo