Tribunal Superior Eleitoral suspende trecho de propaganda de Dilma

Por lyafichmann
Dilma divulgou video em sua página no Facebook | Reprodução Dilma Rousseff terá de retirar propaganda do ar | Reprodução

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta quinta-feira que a coligação Com a Força do Povo, da candidata Dilma Rousseff (PT), retire da propaganda eleitoral o trecho em que a candidata conversa com profissionais do Programa Mais Médicos, do governo federal. A propaganda foi exibida no dia 28 de agosto.

O ministro atendeu pedido da coligação Muda Brasil, do candidato Aécio Neves (PSDB). “Na perspectiva de um razoável equilíbrio no processo democrático, que já pende fortemente em benefício daqueles que dispõem do poder almejado, entendo ser apropriada ao caso a aplicação do poder geral de cautela, de modo a impedir a reexibição do trecho veiculado”, decidiu o ministro.

Na quarta-feira, Aécio conseguiu outra vitória no TSE contra Dilma em uma propaganda em que a candidata acusa o tucano de estar desesperado.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo