Acusados pela morte de Rubens Paiva serão julgados, diz TRF

O ex-deputado Rubens Paiva teria sido morto por militares na ditadura | Secretaria de Estado da Cultura / SP O ex-deputado Rubens Paiva teria sido morto por militares na ditadura | Secretaria de Estado da Cultura / SP

O TRF (Tribunal Regional Federal) determinou o prosseguimento da ação penal em que cinco militares reformados são acusados pelo homicídio e pela ocultação de cadáver do ex-deputado Rubens Paiva.

Segundo o órgão, os desembargadores seguiram o entendimento do Ministério Público Federal de que a Lei de Anistia não se aplica a crimes permanentes e de lesa humanidade.

A ação penal estava suspensa por uma liminar, derrubada ontem pelos desembargadores do TRF.

O ex-deputado Rubens Paiva foi morto em 1971, supostamente depois de uma sessão de tortura num quartel do exército, na Tijuca, no Rio de Janeiro, mas seu corpo nunca foi encontrado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo