"Segurança era problema, hoje é tragédia", diz Aécio Neves

Por Nadia
Aécio participou de sabatina nesta quarta-feira | Márcio Cassol/Brazil Photo Press/Folhapress Aécio participou de sabatina nesta quarta-feira | Márcio Cassol/Brazil Photo Press/Folhapress

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, afirmou nesta quarta-feira que a “segurança era um problema e hoje é uma tragédia”. Ele participou de sabatina organizada pelo jornal O Globo.

Segundo Aécio, “os governos não têm condições estruturais de confrontar o problema”.

“A marca do governo é a terceirização (dos problemas). Está na hora de termos um governo que assuma as responsabilidades”, disse.

Reeleição

Questionado sobre a aprovação do fim da reeleição, Aécio disse que, “se as circunstâncias permitirem, ele poderia se comprometer a mudar a lei, e isso poderia virar um compromisso”.

Ele reconheceu que “a reeleição faz mal ao Brasil”. “Digo isso porque fui reeleito, e sei como é. A atual presidente acabou por desmoralizar a reeleição. Não tem diferença entre o público e o privado”.

Reforma política

Outro assunto abordado na sabatina desta quarta-feira foi a proposta do tucano com relação à reforma política.

“Defendo a reforma política no primeiro dia do meu governo. O governo precisa de um apoio de três ou quatro partidos. Porque é bom ter oposição também. O que vejo é desconexão do discurso da Marina”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo