Empresas investigadas na Operação Lava Jato doaram para os principais presidenciáveis

Por Carolina Santos
Aécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff | Reuters Aécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff receberam doações de empresas investigadas pela Operação Lava Jato| Reuters

As empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato da Polícia Federal e do Ministério Público Federal doaram R$ 60,4 milhões para as campanhas dos três principais candidatos à presidência.

Segundo levantamento do UOL, Dilma Rousseff e o PT receberam a maior parte das doações (79%), no total de R$ 47,8 milhões.

Marina Silva e o diretório do PSB receberam R$ 6,4 milhões. O diretório nacional do PSDB e Aécio Neves ficaram com R$ 6,2 milhões.

As empresas investigadas por suspeita de superfaturar obras da Petrobras e pagar propina para políticos são: UTC Engenharia, OAS, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa, Engevix e Galvão Engenharia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo