Marina lidera em São Paulo, mas fica atrás de Dilma no Rio, aponta Ibope

Por Tercio Braga
Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) | Bruno Santos e Ueslei Marcelino/Reuters Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) | Bruno Santos e Ueslei Marcelino/Reuters

selo-eleicao-metro-eleicoes-2014-150O Ibope divulgou na noite desta terça-feira pesquisa com as intenções de voto dos eleitores de São Paulo e do Rio de Janeiro na corrida presidencial.

Segundo o levantamento, em São Paulo, Dilma Rousseff (PT) subiu de 23% para 25%. Marina Silva (PSB) passou de 39% para 38%. As oscilações estão dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.  Aécio Neves (PSDB) caiu de 17% para 15%. Na comparação com o levantamento anterior, a vantagem de Marina caiu de 16 para 13 pontos percentuais.

Ainda há 9% de indecisos e 10% que afirmam que irão votar em branco ou anular o voto nesta eleição.

Leia também
Alckmin amplia vantagem sobre Skaf em São Paulo, aponta Ibope
• Marina Silva rebate acusação e diz que Dilma quer aterrorizar população
• Campanha do PT diz que Marina Silva dará poder aos bancos

No Rio, Dilma subiu cinco pontos – de 32% para 37% – e passou na frente da candidata do PSB, que caiu de 38% para 34%.

Por conta da margem de erro, as duas estão tecnicamente empatadas no Estado. O candidato  do PSDB passou de 11% para 9%. Os entrevistados que afirmam que irão votar em branco ou nulo representam 11% e 5% permanecem indecisos.

Pesquisa CNT

Outro levantamento divulgado na terça-feira mostra que  Dilma está recuperando espaço. A presidente manteve a liderança da corrida presidencial no primeiro turno e reverteu a situação desfavorável em um eventual segundo turno, segundo pesquisa do Instituto MDA divulgada ontem pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes).

Marina Silva, do PSB, ainda lidera e seria eleita com 45,5% das intenções de votos, mas a petista aparece em empate técnico com 42,7%, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais. As duas candidatas cresceram em relação ao levantamento de 21 a 24 de agosto. Dilma cresceu 4,9 pontos enquanto Marina subiu 1,8, na disputa de segundo turno.

Aécio Neves, do PSDB, se consolida em terceiro lugar nas pesquisas com queda de 16% para 14,7% das intenções de voto. O candidato seria derrotado em segundo turno por 47,5% a 33,7%, quando a adversária é Dilma; e 52,2% a 26,7% na disputa com a ex-senadora Marina Silva. 

ibope-presidente-rio-sp

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo