Rossetto se desliga de ministério para atuar na campanha de Dilma

Por Carolina Santos
Ministro Miguel Rosseto deixou o cargo | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr Ministro Miguel Rosseto deixou o cargo | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

A edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União publicou a exoneração, a pedido, do ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, e a autorização de férias do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Os dois se afastam, a partir desta segunda-feira, das atividades de governo para atuar na campanha eleitoral pela reeleição de Dilma.

Rossetto assumiu o ministério em março. A assessoria do ex-ministro informou que por não ter o prazo mínimo necessário para adquirir o direito a férias, ele decidiu deixar o cargo. A previsão é que Miguel Rossetto retorne ao cargo futuramente, de acordo com a assessoria.

O atual secretário executivo, Laudemir André Muller, será o ministro interino do Desenvolvimento Agrário. O ministro Gilberto Carvalho fica de férias de hoje a 3 de outubro. As férias foram autorizadas por despacho da presidenta.

Outro ministro que estará de férias durante o período de campanha eleitoral é Paulo Bernardo, das Comunicações. Casado com Gleisi Hoffmann, ex-ministra da Casa Civil, que concorre ao governo do Paraná pelo PT, ele ficará fora de 3 a 12 de setembro para se dedicar à campanha.

Loading...
Revisa el siguiente artículo