Marina dá risada sobre comparação com Collor

Por Tercio Braga
Marina Silva durante entrevista no Estadão | Reprodução/Youtube Marina Silva durante entrevista no Estadão | Reprodução/Youtube

A candidata do PSB à presidência, Marina Silva, deu risadas nesta terça-feira ao ser perguntada sobre a campanha de Dilma Rousseff (PT) na TV, que tentou associar a presidenciável com as imagens de Jânio Quadros e Fernando Collor, ex-presidentes que não completaram o mandato.

Marina disse que a comparação não tem fundamento e lembrou que ela sim poderia ter comparado Dilma a Collor em 2010, por ambos não terem “experiências políticas” antes de ser eleito. “A sociedade me conhece com os valores que eu defendo e a luta que eu tenho há mais de 30 anos. Comecei como vereadora, como deputada, senadora por 16 anos e ministra. Imagina se eu dissesse que uma pessoa que nunca foi eleita nem vereadora, essa sim poderia parecer com Collor de Mello”.

Leia também
• ‘Dilma precisa diminuir rejeição’, diz Lavareda em entrevista ao Band Eleições

Marina também afirmou em sabatina ao jornal O Estado de S. Paulo que buscará contar com as melhores pessoas dos partidos para garantir a governabilidade e disse que mudará a estrutura política de Brasília. “É democrático governar com políticos que a sociedade diz que não os representa? E quando eu falo que vou buscar o melhor dos partidos sou acusada de ser antidemocrática.”

Após a subida da candidata do PSB na última pesquisa Datafolha, que mostra empate com Dilma na liderança, a campanha do PT decidiu adotar uma linha mais ofensiva. Nesta terça-feira, em campanha em São Bernardo (SP), Dilma atacou Marina ao falar que ela reduzirá a pó a economia brasileira.

Loading...
Revisa el siguiente artículo