Cai vantagem de Alckmin em São Paulo, aponta Ibope

Por Tercio Braga
Alexandre Padilha, Geraldo Alckmin e Paulo Skaf | Agência Brasil Alexandre Padilha, Geraldo Alckmin e Paulo Skaf | Agência Brasil

Pesquisa Ibope divulgada na tarde desta terça-feira aponta queda nas intenções de voto para o governador e candidato à reeleição pelo PSDB em São Paulo, Geraldo Alckmin. O tucano caiu de 50% para 47%, em uma semana, mesmo assim, ainda venceria no primeiro turno.

Em segundo lugar aparece Paulo Skaf, do PMDB, que cresceu três pontos e agora soma 23% das intenções de voto. Outro que registrou crescimento foi Alexandre Padilha, do PT, que passou de 5% para 7% dos votos.

Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS) e Walter Ciglioni (PRTB) têm 1% cada. Raimundo Sena (PCO), Gilberto Maringoni (PSOL) e Wagner Farias (PCB) não pontuaram.

Brancos e nulos somaram 8%. Não sabem: 11%. No levantamento anterior, Alckmin tinha 50%, seguido por Skaf, com 20% e Padilha com 5%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo” e realizada entre os dias 30 de agosto e 1 de setembro. Foram entrevistados 1.806 eleitores, em 87 municípios do estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Segundo turno
Em uma simulação de segundo turno, Alckmin venceria Skaf por 52% a 30%.

Ibope/SP: 1.806 eleitores foram ouvidos em 87 municípios

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo