Aécio encontra FHC em São Paulo para falar sobre campanha

Por Tercio Braga
Ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Aécio acusou Marina de plágio no programa de governo sobre direitos humanos | Taba Benedicto/Brazil Photo Press/Folhapress Ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Aécio acusou Marina de plágio no programa de governo sobre direitos humanos | Taba Benedicto/Brazil Photo Press/Folhapress

O candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves, alterou a agenda, que previa sua participação em uma sessão de votação no Senado, em Brasília, e ficou em São Paulo. Na propaganda eleitoral na TV, o tucano continua a criticar o Governo Federal, mas já cita nominalmente Marina Silva (PSB), que o ultrapassou nas pesquisas.

“Respeito a Marina, ela é uma pessoa com boas intenções, mas a gente já viu que para mudar tudo que está errado, é preciso muito mais do que isso”, declarou Aécio em sua propaganda.

Leia também
• Marina tem quase o dobro de votos de Dilma em SP
• Cai vantagem de Alckmin em São Paulo, aponta Ibope

Ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Aécio acusou Marina de plágio no programa de governo sobre direitos humanos e apontou contradições ao longo da carreira política da candidata.

O candidato do PSDB ainda disse acreditar que irá para o segundo turno. “a mudança começará em primeiro de janeiro, por isso precisaremos de uma equipe preparada, experiente”.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo