Site ajuda eleitor a evitar ‘amnésia’ depois das urnas

Por fabiosaraiva
O eleitor acessa o site e recebe boletins de acompanhamento | Reprodução O eleitor acessa o site e recebe boletins de acompanhamento | Reprodução

selo-eleicao-metro-eleicoes-2014-150

O voto é um direito pessoal, intransferível e, às vezes, um segredo guardado a sete chaves, mas que rapidamente cai no esquecimento. Se achar quem lembre quais foram os candidatos do Legislativo ou Executivo escolhidos nas últimas eleições já é difícil, ainda é mais complicado encontrar alguém que tenha acompanhado o desempenho dos eleitos no exercício do cargo.

Os eleitores mais esquecidos ganharam um antídoto contra a “amnésia das urnas’. Trata-se do Newsletter Incancelável, um site gratuito que coloca à disposição boletins com as notícias mais relevantes dos políticos escolhidos. O boletim chega à caixa de e-mail com as informações que ganharam destaque nos meios de comunicação e nas redes sociais.

Para ajudar na escolha entre 24,9 mil concorrentes registrados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a ferramenta – que foi colocada no ar na semana passada– entregará boletins semanais até 5 de outubro.

arte-2Incancelável
O rótulo “incancelável” foi colocado para destacar a responsabilidade dos eleitores  com o mandato conquistado pelo político. A inspiração veio do próprio ato de votar. “Quando a gente exerce o direito de voto faz um ato democrático, que é incancelável. Via de regra, a mudança só ocorre a cada quatro anos. Você goste ou não”, explicou o sócio-fundador da ferramenta.

A ideia inicial, segundo os criadores do site, era auxiliar a população a se informar sobre o desempenho dos políticos e o cumprimento das promessas que tenham sido feitas nos palanques.

Para evitar que as informações sejam consideradas “spams” ou fiquem bloqueadas, conforme estabelece o Marco Civil da Internet, o cancelamento é possível, mas imitando práticas negativas como de cartão de crédito, tv a cabo ou telefonia celular. Ao contrário do cadastro simples, o eleitor precisará preencher até cinco etapas para excluir o boletim da caixa de correio.

Clique para acessar: http://newsletterincancelavel.com.br/

 

“A ideia é acompanhar o candidato que você votou pelos próximos quatro anos”, afirma João Paulo Cavalcanti, criador do site

Idealizador do projeto, o empresário espera que a ferramenta auxilie o eleitor.

Como surgiu a ideia?
Pensamos em ajudar no processo democrático auxiliando o eleitor a ter um voto consciente. A gênese da ideia é um pouco essa: você assina um newsletter com os seus candidatos e recebe as informações mensalmente, sem a possibilidade imediata de cancelar. Exatamente para colocar o cidadão na mesma posição do político.

Como funciona?
É  um produto personalizado. Faz uma varredura das notícias mais relevantes dos últimos 30 dias de cada candidato e o grau de importância é calculado por um algoritmo que revela os temas mais falados. O boletim considera a relevância da fonte: as mais acessadas têm peso maior.

Foi preciso flexibilizar o cancelamento?
A gente não quer tirar o direito das pessoas de não participar. Só que é muito difícil de cancelar. Quando a pessoa entra no processo de cancelamento, ela passa por uma jornada de quatro ou cinco passos até chegar ao objetivo. No meio do processo aparecem algumas mensagens, dando informações. Nossa intenção é fazê-la desistir de cancelar para viver a experiência proposta de acompanhar o candidato por quatro anos.

Já existem resultados?
Muita gente já agradeceu pelo serviço. Disseram que para governador, senador e presidente tinham candidato. Mas para deputado estadual e federal nem pensaram nas possibilidades. A newsletter forçou a pesquisar os nomes e a se informarem até escolherem.

 

arte

Loading...
Revisa el siguiente artículo