Veja o que os candidatos disseram após o debate

Por Carolina Santos
Dilma diz que debate não teve agressões | Felipe Redondo/Band Dilma diz que debate não teve agressões | Felipe Redondo/Band

A atual presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, afirmou que o debate realizado na Band não registrou agressão por parte dos candidatos, apesar dos ataques entre ela e o candidato do PSDB, Aécio Neves – assista abaixo.

“Considero o debate um sucesso, tanto para a Band quanto pela participação dos candidatos”, afirma Dilma. “Mostramos de maneira clara, tranquila. Não tivemos agressão pessoal. Foi uma troca de ideias e projetos”.

Dilma afirma que pretende manter o nível do debate na campanha. “Quero que as trocas de ideias continuem e a população acompanhe”.

Veja como foi o debate entre os presidenciáveis promovido pela Band

Na pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, Dilma aparece na liderança com 34% das intenções de voto, seguida por Marina Silva (PSB), com 29%, e Aécio Neves (PSDB), com 19%.

Marina Silva reclama de troca de acusações

Antes do início do debate, a candidata do PSB à presidência da República, Marina Silva, já havia dito que gostaria de fugir das trocas de acusações e focar apenas nos seus programas de governo, mas saiu de lá reclamando de PT e PSDB.

“Me esforcei para passar minhas ideais, mas a velha polarização entre PT e PSDB levou para embate, sempre desqualificando o outro. Temos que saber respeitar as conquistas, e estar preparados e com disposição para encarar os novos desafios, sejam econômicos ou sociais”, disse ela.

Marina terminou lembrando de Eduardo Campos, que seria o candidato do partido. Ela disse que continua defendendo a bandeira de seu antecessor para “renovar a política e andar para frente”.

Aécio diz que debate mostrou diferenças 

Candidatos participaram na terça-feira de debate da Band | Felipe Redondo/Band Candidatos participaram na terça-feira de debate da Band | Felipe Redondo/Band


Para o candidato do PSDB, Aécio Neves, o primeiro debate entre os presidenciáveis, realizado pela Band, mostrou a diferença de projetos entre os principais concorrentes.

“Os telespectadores irão começar a entender as diferenças das propostas para sair desse estado de fracasso na condução da economia”, afirmou Aécio.

O tucano teve pela primeira vez a oportunidade de se confrontar com Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) – veja vídeo abaixo.

“A população percebeu que nosso projeto não corre o risco de cair nas contradições. Discutimos um amplo projeto. Quero retomar a confiança para que os investimentos voltem e ajudem o Brasil a crescer”.

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira mostra Aécio com 19% das intenções de voto, em terceiro lugar, atrás de Marina Silva (PSB), com 29%, e Dilma Rousseff (PT), com 34%.

Luciana Genro chama Dilma e Aécio de demagogos

Luciana Genro, candidata a presidência da República pelo PSOL, considera que desempenhou um bom papel no debate da Band. Ela também gostou o fato de que, de acordo com ela, conseguiu mostrar que Dilma Rousseff e Aécio Neves são demagogos e tem propostas parecidas.

“Saio satisfeita porque tive a oportunidade de confrontar a Dilma e o Aécio e mostrar que eles têm muitas semelhanças e a chance de falar dos projetos do PSOL”, disse ela.

Entre os motivos apontados por Luciana para justificar as semelhanças entre os candidatos, ela aponta o fato de ambos governarem para o capital financeiro e não dizer de onde vêm suas verbas.

“Falamos sobre a tributação milionária no país e explicamos que é dai que vamos ter a verba necessária para muitas coisas. Nós dizemos de onde vamos tirar o dinheiro e eles não fazem isso. São demagogos porque governam para o capital financeiros”, completou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo