Piloto que viu acidente relata queda do avião de Campos

Por Carolina Santos
O avião atingiu uma área residencial em Santos | Paulo Whitaker/Reuters O avião atingiu uma área residencial em Santos | Paulo Whitaker/Reuters

O avião que levava o candidato Eduardo Campos não estava pegando fogo ou com danos aparentes na fuselagem no momento da queda. O relato é do piloto privado Matheus Giovannini, que mora em Santos, no litoral de São Paulo, e viu o acidente.

Ele contou à Bandnews FM que estava num prédio na Rua Alexandre Herculano quando ouviu um som estridente e, ao olhar para fora, viu o avião caindo em alta velocidade com o bico apontando para o solo. Na sequência, segundo ele, se formou uma grande bola de fogo da explosão.

Em depoimento ao Cenipa, (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) Matheus relatou ainda que as asas da aeronave estavam inclinadas.

Leia também:
•Buscas são retomadas em local da queda do avião
FAB mostra caixa-preta do avião de Eduardo Campos em vídeo
PSB irá esperar enterro de Campos para decidir futuro

Matheus Giovannini deve prestar novos esclarecimentos na semana que vem à Polícia Federal e à Aeronáutica.

Avião estava em “potência máxima, diz jornal”

O avião que levava o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e mais seis pessoas do Rio de Janeiro para Santos, no litoral de São Paulo, estava em “potência máxima”, segundo peritos do caso. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a publicação, a cratera de quatro metros de profundidade no local, a fragmentação dos destroços e o tipo de avaria nas duas turbinas reforçam a alta velocidade.

A Aeronáutica e a Polícia Civil trabalham com a possibilidade de “desorientação espacial” dos pilotos. Eles teriam perdido a noção de onde estavam, o que levou o avião a ficar mais baixo do que deveria.
O acidente

O candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos, de 49 anos, estava a bordo de uma aeronave que partiu do Rio de Janeiro e tinha como destino a cidade paulista para a realização de um compromisso de campanha.

Segundo testemunhas, a aeronave se desintegrou totalmente ao cair em Santos. O candidato estava acompanhado do assessor Carlos Percol e de equipes de filmagem.

[metrogallerymaker id=”305″]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo