Alckmin recebe doações de empresas investigadas no cartel do metrô

Por Carolina Santos
Geraldo Alckmin busca a reeleição em São Paulo | Marco Ambrosio/Folhapress Geraldo Alckmin busca a reeleição em São Paulo | Marco Ambrosio/Folhapress

O governador de São Paulo e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin, recebeu um total de R$ 4 milhões em doações para a corrida eleitoral de empresas que são investigadas por fraudes na formação de cartel no metrô paulista.

De acordo com o site UOL, Alckmin se negou a comentar o caso e informou através da assessoria que “a campanha aceita doações que estão de acordo com a Constituição.”

Duas das empresas já são rés em processos: Queiroz Galvão (R$ 2 milhões) e CR Almeida S/A Engenharia de Obras (R$ 1 milhão). A Serveng Civilsan S/A Empresas Associadas de Engenharia que é investigada doou R$ 1 milhão.

O Datafolha divulgou uma pesquisa nesta sexta-feira que mostra que Alckmin seria reeleito no primeiro turno em São Paulo – veja os números.

Alckmin participará do primeiro debate entre os candidatos ao governo de São Paulo, no próximo dia 23, sábado, na Band. No dia 21, ocorrerá o debate entre os candidatos à presidência.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo