Eduardo Campos deixa entrevista inédita para o Portal da Band

Por Nadia
Eduardo Campos morreu aos 49 anos | PSB/Divulgação Eduardo Campos morreu aos 49 anos | PSB/Divulgação

Eduardo Campos deixou uma entrevista para o Portal da Band para a participação no primeiro debate entre os candidatos, marcado para 21 de agosto aqui na Band. O candidato do PSB à presidência morreu nesta quarta-feira em um acidente aéreo em Santos, litoral de SP.

Leia também:

Eduardo Campos morre em acidente aéreo
Marina Silva pode assumir candidatura após morte de Campos

Campos declarou que gostaria de trazer ideias com alegria para o Brasil. Leia abaixo a declaração do ex-governador de Pernambuco sobre o debate.

“Acho muito importante que a Band inaugure o processo de debate. É tudo o que o Brasil quer, conhecer as ideias dos candidatos, posições e temas importantes e relevantes. Quero trazer com alegria nossas ideia, as minhas e as da Marina Silva, de todo nosso conjunto político para como vamos mudar o Brasil para melhor. Como vamos dar jeito num país que parou de crescer. A inflação está de volta, crescendo. Temos de colocar o Brasil no rumo certo, mais uma vez com crescimento em alta, inflação em baixa e juros em baixa. O País quer a agenda da mobilidade, da educação de qualidade. A nossa saúde pede socorro. Temos ideias novas que temos de fazer um grande debate. Trago não só uma teoria mais prática, mas a experiência de quem fez.”

Eduardo Campos morreu aos 49 anos na queda do jato particular da campanha. O candidato estava acompanhado da mulher e do filho recém-nascido, além dos assessores de campanha. A vice Mariana Silva não estava na aeronave.

Perfil

Eduardo Henrique Accioly Campos nasceu no Recife, em 10 de agosto de 1965.

Campos foi graduado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Aprovado no vestibular da instituição com 16 anos, ele concluiu a faculdade aos 20, como aluno laureado e orador da turma.

Neto do também político Miguel Arraes, que em 1979 retornou ao Brasil após 15 anos no exílio, Eduardo desde cedo conviveu com nomes emblemáticos da política local e nacional.

Eduardo Campos é filho do poeta e cronista Maximiano Campos (1941-1998) com a ex-deputada federal e atual ministra do Tribunal de Contas da União Ana Arraes (1947). Ele é neto de Miguel Arraes (1916-2005), ex-governador de Pernambuco, sendo considerado seu principal herdeiro político.

Campos foi deputado estadual, três vezes deputado federal, secretário estadual de Governo e de Fazenda, ministro da Ciência e Tecnologia e governador de Pernambuco por dois mandatos, aos 48 anos, o economista pernambucano.

Eduardo Henrique Accioly Campos assumiu a presidência nacional do PSB no ano de 2005. Ele concorria pela primeira vez ao cargo mais importante da política brasileira.

Casado, pai de cinco filhos, Eduardo Campos começou a carreira política ainda na universidade, como presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Pernambuco.

Ao lado da ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva, tentava chegar à Presidência da República pela coligação Unidos Pelo Brasil (PSB, PHS, PRP, PPS, PPL, PSL).

Eduardo Campos morreu em um acidente aéreo em Santos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo